Pular para o conteúdo principal

PERGUNTA - 11. Quais são as obras da providência de Deus?


RESPOSTA - 
As obras da providência de Deus são a sua maneira muito santa, sábia e poderosa de preservar e governar todas as suas criaturas, e todas as ações delas.

Comentário: Deus não é apenas o grande engenheiro, arquiteto, arranjador e construtor do Universo, ele é também o seu Maestro. As grandes Leis da física são instituídas e mantidas por ele. Ele não apenas criou o macrocosmo para logo abandonar sua criação, como alguns afirmam; pelo contrário, ele zela e cuida pacientemente de cada detalhe do que acontece para que nada saia fora do seu eterno e soberano propósito. Desta forma temos o Divino Maestro conduzindo a história de modo magnífico e soberano, como se a mesma fosse uma sinfonia perfeita composta e executada por um só Senhor, maestro, compositor, arranjador e executor

Para que sua vontade se cumpra e sua glória seja manifesta, Deus, às vezes, quebra a ordem natural das coisas decretando que aconteçam milagres. Os milagres são intervenções sobrenaturais  na história em que algumas leis naturais são, por algum período de tempo ignoradas para que Sua vontade perfeita seja evidenciada, como aconteceu na ressurreição de Lázaro ( João 11), ou quando o profeta Eliseu fez flutuar na água um machado de ferro ( II Reis 6). 


Referências
Sl 145.17: Justo é o SENHOR em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras.

Sl 104.10-24: Tu fazes rebentar fontes no vale, cujas  águas correm entre os montes; dão de beber a todos os animais do campo; os jumentos selvagens matam a sua sede. Junto delas têm as aves do céu o seu pouso e, por entre a ramagem, desferem o seu canto. Do alto de tua morada, regas os montes; a terra farta-se do fruto de tuas obras.  Fazes crescer a relva para os animais e as plantas, para o serviço do homem, de sorte que da terra tire o seu pão, o vinho, que alegra o coração do homem, o azeite, que lhe dá brilho ao rosto, e o alimento, que lhe sustém as forças. Avigoram-se as árvores do Senhor e os cedros do Líbano que ele plantou, em que as aves fazem seus ninhos; quanto à cegonha, a sua casa é nos ciprestes. Os altos montes são das cabras montesinhas, e as rochas, o refúgio dos arganazes. Fez a lua para marcar o tempo; o sol conhece a hora do seu ocaso. Dispões as trevas, e vem a noite, na qual vagueiam os animais da selva. Os leõezinhos rugem pela presa e buscam de Deus o sustento; em vindo o sol, eles se recolhem e se acomodam nos seus covis. Sai o homem para o seu trabalho e para o seu encargo até à tarde. Que variedade, Senhor, nas tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a terra das tuas riquezas.

Hb 1.3: Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas...

Mt 10.29,30: Não se vendem dois pardais por um asse? E nenhum deles cairá em terra sem o consentimento de vosso Pai. E quanto a vós outros, até os cabelos todos da cabeça estão contados.

Os 2.6: Portanto, eis que cercarei o seu caminho com espinhos; e levantarei um muro contra ela, para que ela não ache as suas veredas.

Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações