Pular para o conteúdo principal

A revelação progressiva de Deus no Livro aos Hebreus


A revelação progressiva de Deus no Livro aos Hebreus




“Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.” (Hebreus 1:1-3)

Certas verdades contidas nas Escrituras não foram totalmente reveladas por Deus para as gerações anteriores. O conhecimento de Deus têm sido progressivamente revelado e aplicado ao longo da história.
O livro de Hebreus é uma obra prima de eloquência e da sabedoria de Deus. Uma obra literária de valor incomensurável que precisa ser observada com cuidado e apreciação.
Um ponto interessante deste livro é a ligação que ele faz do Antigo com o Novo Testamento, dos pontos primitivos da revelação ao Sacrifício definitivo de Cristo relatado no Novo.
A revelação progressiva de Deus na Bíblia Sagrada é detalhada com esmero pelo escritor aos Hebreus.
Nosso Criador é mui grande. Sua luz não pode ser vista. Sua beleza não pode ser contemplada. Ele criou a humanidade para que pudesse se comunicar com Ele. Mas esta comunicação foi realizada de maneira progressiva e constante dentro da história da humanidade.


No início, O Criador mantinha comunicação com o ser humano. Deus mantinha um canal aberto (limitado, mas aberto) mas o ser humano se afastou e perdeu essa comunhão. O homem perdeu a noção do Deus verdadeiro.


Deus inacessível - Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ( compare com- 1 Timóteo 6:16)


Pois aí está o “DEUS DESCONHECIDO”, pregado no Areópago pelo apóstolo Paulo, na cidade de Atenas (Atos 17). Trata-se do mesmo Deus Absconditus a respeito do qual se referiram o protestante Martinho Lutero e Pascal, à luz do “Deus misterioso” do profeta Isaías 45.15 (Vere tu es Deus absconditus Deus Israhel salvator).
Esta concepção teológica afirma que Deus se tornou inacessível, escondendo-se dos olhos da humanidade pecadora, mas que se revela a essa mesma humanidade por meio do desafiador ato existencial da fé ( Soren Kierkegaard ).
Deus é inalcançável. É impossível conhecê-lo, a sabedoria humana não consegue encontrá-lo. Aí que entra a posição sobrenatural e desafiadora da fé.


Então novamente há revelação da parte do Eterno. Hebreus fala de Pais, antepassados , ou seja , o Criador resolve livre e espontaneamente revelar-se a sua criatura .
Mas aprouve ao senhor aproximar-se da raça humana caída e desobediente. Na verdade não há ninguém que entenda o Senhor. Não há um ser que compreenda o coração amoroso do Altíssimo. Ele se interessou pelos seres humanos e revelou-se novamente. Ele estabelece um novo canal de comunicação com o ser humano, esse canal são os profetas. Os profetas eram representantes da voz de Deus. Eles eram homens íntimos do Senhor, a eles era revelado os propósitos de Deus.
A comunhão divina com estes homens era muito especial. Moisés falava face a face com o Criador. Abraão foi chamado Amigo de Deus.
O Senhor lhes revelava seus planos.
O coração de Deus estava ligado ao dos profetas.


De muitas vezes

Muitas vezes o Altíssimo procurou restabelecer a comunhão perdida. Os profetas, como boca de Deus, instruíam o povo a praticar justiça. Proclamavam arrependimento das obras más, abandono da idolatria e a prática da caridade.
Mas eles foram ignorados. Houve muito choro, muito lamento, as trevas cobriram a terra, o sangue dos homens era derramado, angústia e sofrimento. Os profetas estavam lá, insistindo para que as pessoas se voltassem para o Verdadeiro Criador. A vontade do Senhor era que os pecadores aprendessem a viver uma vida que agradasse a Deus em santidade e assim pudessem estar em comunhão com Ele.


De muitas maneiras 

Sonhos, visões, profecias, prodígios e maravilhas; muitas foram as formas que Deus usou para se revelar ao povo. Os profetas ainda prediziam acontecimentos futuros e ampliavam a revelação divina. Ao Senhor agradou mostrar de várias formas aos homens como conhecerem a Ele.
Quando Deus fala para nós.
A revelação plena, de toda bondade, perfeição e sabedoria divina veio através do Filho. O Filho de Deus constitui a mais perfeita revelação do Criador aos seres humanos. Jesus é a expressão máxima do amor divino.
As riquezas da profundidade de Deus foram descobertas na pessoa de Cristo.
Na verdade Cristo era a própria voz de Deus manifestada aos homens. Foi um grande mistério que a perfeição do Filho pudesse pisar na terra cheia de pecado e não se contaminar. Outro mistério é que a terra não fui consumida em sua impureza.
Foi aberto o perfeito canal de comunicação.
Não existe comunhão sem comunicação. Deus desejava a comunhão com a raça humana pecadora, mas sua pureza e santidade era-nos inacessível. O Filho foi a resposta de Deus para este problema.
O Filho santificou e justificou os pecadores para que estes pudessem se comunicar com o Pai.

Comentários

  1. Oi Vitor! Mto boa a sua mensagem! Este canal de relacionamento com o Senhor é mto importante para as nossas vidas.
    :)

    Vanessa. http://incondicionalamordeus.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. muito bom mesmo , que o eterno Deus te abençoe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações