Pular para o conteúdo principal

Para que servimos nós? Salmo 119 .73

As tuas mãos me fizeram e me afeiçoaram; dá-me inteligência para entender os teus mandamentos. Salmo 119 .73




Para que servimos nós?
Quando Deus formou Adão, tirou do barro sua estrutura, dali moldou o primeiro ser humano. Quando formou Eva, Deus usou a substância da costela de Adão para que dela formasse a primeira mulher.
Hoje este processo de formação ocorre no oculto do ventre materno. Lá Deus molda toda nossa constituição para sejamos tudo aquilo que Ele deseja que sejamos. Cada milímetro do nosso corpo, cada molécula, cada átomo, está posicionado exatamente da maneira exata que o Criador dispôs e ordenou.
Antes de sermos formados já havíamos sido destinados para um propósito específico. De fato, ninguém nasce para tornar-se "qualquer coisa na vida", as pessoas tem um caminho específico para ser trilhado.
Sabendo desta condição o salmista então pergunta a Deus qual seria este caminho, qual ser o destino pelo qual ele fora criado pelo Senhor.
Para que servimos nós?
Esta é sem dúvida, uma ótima pergunta e  saber respondê-la corretamente poupa de muitos desgostos e sofrimentos desnecessários. Pense em quantas pessoas perdem tempo, energia e gastam seus preciosos minutos de vida correndo de um lado para  o outro procurando sentido para suas vidas. Muitas delas passam as vidas frustradas, sem saber por que e para que foram criadas e "jogadas" neste mundo. Pessoas felizes sabem muito bem qual é seu lugar no mundo e sua motivação de vida.
Para que servimos nós então?
Não há ninguém neste mundo que nasça com uma plaquinha na testa dizendo para que foi feito e quais seus talentos.
É preciso inteligência para discernir o propósito da nossa criação e essa inteligência só pode vir de Deus, o nosso Criador, que nos projetou, formou, configurou e fez-nos nascer. É importante buscar nos mandamentos do Senhor a inteligência para vivermos e dar sentido a nossa existência.  Eu chamo isso de orientação básica de vida. Essa orientação básica é que dará suporte a todas as demais coisas e atividades que possamos empreender. 
Por exemplo: Um homem que sabe que sua missão de vida é ser enfermeiro aprenderá tudo que for possível para orientar seus esforços neste sentido, todos seus conhecimentos, o seu casamento, o lugar de sua moradia tudo se fixará em função desta sua orientação básica de vida. O mesmo se dará com um psicólogo, um caminhoneiro, um missionário ou um político.
Ninguém é feliz fazendo algo que não ama fazer, que não corre em suas veias o desejo de fazer.
Só seremos felizes se sabemos para que servimos nós, neste mundo criado por Deus e para Deus.

Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações