Pular para o conteúdo principal

O Coração sadio e coração doente. Salmo 119.70

Torna-se-lhes insensível o coração como a gordura; mas eu me deleito na tua lei. Salmo 119.70


Os médicos insistem que a pior gordura é aquela que acumulamos na volta do coração. Eles afirmam que essa gordura é prejudicial especialmente para nossos vasos e artérias podendo levar a vários problemas de saúde como: hipertensão, diabetes, infartos, derrames entre outros. Pior ainda é a gordura que afeta diretamente  o coração,  ela  entope artérias que alimentam o músculo cardíaco (miocárdio). Se o vaso sanguíneo que alimenta o miocárdio estiverem entupidos de gordura a morte é quase certa, o infarto pode ser fulminante.
A Bíblia fala também de uma gordura do coração, mas não do coração físico, não do músculo cardíaco, ela trata da sede da alma e das emoções, o que as Escrituras chamam de coração.Coração foi a palavra que a maioria dos povos escolheu para simbolizar o centro das emoções e dos sentimentos. A literatura universal já consagrou o coração como sede das emoções, e isso vêm desde a antiguidade. O coração palpita quando a ira, o medo, o amor e outros sentimentos invadem nossa alma. Por isso o coração é ligado aos sentimentos.
Essa gordura é tudo aquilo que pode tornar um coração embrutecido e sem vida, tudo que afeta nossa saúde espiritual e nos torna insensíveis tanto à Palavra de Deus quanto às misérias dos nossos semelhantes.  Se a função do coração saudável e vivo é sentir, sabemos que o coração insensível está doente e precisa ser sarado. O coração que não sente está bruto, duro , seco e não tem vida espiritual.
Há muitos corações doentes hoje em dia. Corações duros, empedernidos. Vamos aos sintomas de uma pessoa com coração duro:
- Egoísmo- Não pensa nos outros apenas em sim mesmo e no seu bem estar.
- Vaidade - cuida demasiado de sua aparência e de seu status.
- Avareza- Apega-se excessivamente ao dinheiro e aos bens materiais
- Arrogância - Pensam que são suficientes e se bastam a si mesmas, estas pessoas entendem que nunca precisam ou precisarão dos outros. Justamente por isso se entendem superiores aos outros.
- Inveja - Elas não podem perceber a felicidade de outrem sem se sentirem ofendidas e amarguradas.
- Indiferença - Pessoas de coração embrutecido não olham com simpatia o sofrimento alheio, não se compadecem, não choram pelo outro, não tem empatia nem sentem afeto desinteressado pelo próximo.
Se você vir uma pessoa com estes sintomas pode ter certeza que esta pessoa está doente e precisa de tratamento. Esta pessoa está sofrendo de coração gorduroso, insensível e está prestes a ter um infarto com sua própria maldade.
Mas, ao invés de julgarmos estas pessoas, nós que temos o Espírito Santo habitando em nossos corações, sensibilizando nossas vidas, devemos orar e interceder por estas almas doentes, para que Deus as cure de sua dureza.
Como nos mostra o salmista neste versículo, o sintoma de um coração sensível é o deleitar-se, o apaixonar-se pela palavra de Deus. Quem está cheio de vida espiritual sabe amar a Lei divina, sabe compreender o amor a Deus e o amor ao próximo.
O coração saudável:
- É altruísta - Não pensa somente em si, mas procura auxiliar o próximo em suas dificuldades.
- É generoso - Não se prende ao dinheiro, nem aos bens materiais, mas usa seus bens com liberalidade para benefício de seus semelhantes.
- É humilde - Sabe de suas fraquezas e não se julga melhor do que ninguém.
- É sensível - Se compadece e sofre com a dor do outro. Ama e ajuda quem lhe roga auxílio e nunca vira as costas ao aflito e necessitado, sempre o ajudando na medida de suas possibilidades.

Quem age desta forma está com o coração saudável e sensível, cheio de saúde e vida com Deus.



Comentários

  1. Que possamos estar empenhados em cuidar da saúde de nosso coração espiritual da mesma forma que cuidamos de nosso coração físico. Que Deus nos ajude.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Total de visualizações