Pular para o conteúdo principal

Preceitos de liberdade - Salmos 119:45

E andarei em liberdade; pois busco os teus preceitos.
Salmos 119:45
  


Uma cela escura, perturbadora e fria, não há nada para olhar a não ser as paredes sujas da prisão. Neste cenário desalentador não há esperança, estamos acorrentados ao um peso gigantesco, mal conseguimos nos mover.  Rastejamos pela cela arrastando quele peso morto. Sofrimento,  angústia,  desespero de uma alma assim, aprisionada. Ali esperávamos apenas sair para enfrentar a pena capital, a condenação à morte.
Mas Deus mandou seu filho ir até a cela e nos  tirar dali,  também retirou o peso do pecado que havia sobre nós e nos prendia  e nos fez livres.  Agora temos liberdade.
A Bíblia nos ensina que  ser livre  é  totalmente contrário ao conceito humano de liberdade. Segundo a Palavra de Deus, só somos livres quando obedecemos aos divinos preceitos. No mundo ser livre é não ter que obedecer. Para eles, desobedecer é ser livre. O problema disso é que eles  não entendem que não obedecendo a Cristo estão escravos da carne e do mal .
É fácil concluir que o homem natural não é livre, ele sempre será um escravo, um escravo do pecado , um escravo das paixões. Por mais que ele procure fazer algumas coisas para compensar sua maldade o fato é que ele nunca conseguirá agir livremente, como ele deseja. Ele sempre será escravo, dos pensamentos, das emoções, dos desejos. O homem nem mesmo consegue se libertar de seus pensamentos, sendo que constantemente se vê enganado e iludido por eles. Todos nascem escravos , nascem pecadores,  Jesus mesmo  diz:

Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado.(João 8.34)

 Então os homens andam assim, no mundo, longe de Deus, oferecendo sua mente e seus corpos para uso exclusivo do pecado. São escravos , recebem apenas o salário de maldição e morte e  estão apenas aguardando a pena capital.
 Mas eles ainda podem ser livres, se forem libertos por JEsus.
 O problema maior está entre aqueles que, uma vez já  tendo recebido a liberdade de Cristo, depois de verem sua glória, saírem da cela  escura e imunda em que estavam enclausurados, mas por algum motivo, desejaram voltar às antigas práticas. Estes, depois de experimentarem o maravilhoso gosto da liberdade, voluntariamente se submeteram novamente ao jugo do pecado , abandonam os divinos preceitos e os caminhos do Senhor para fazer a vontade da carne e do pecado. Isso realmente é horrível, coisa totalmente absurda, lastimável. Há muitos que estão deixando Jesus para serem escravos.
Observem o que Paulo diz :

 "Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão." (Gálatas 5.1)

Buscar a obediência é único meio de continuarmos livres, longe do pecado. O cristão liberto age como o salmista, que  se afasta das concupiscências da carne para se entregar devotada e alegremente aos divinos mandamentos  e assim se manter longe da escravidão maldita e da condenação eterna.






Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os Pais capadócios

A região da Capadócia (também conhecida como Província da Capadócia) era localizada na área centro-oriental da Anatólia na moderna Turquia. Era um dos domínios romanos da região da Ásia Menor. Os Pais Capadócios foram três notáveis teólogos que viveram nesta região entre os concílios de Niceia (325) e o de Constantinopla (381). Sendo que suas contribuições para o Concilio constantinopolitano foram especialmente  relevantes. São eles  Basílio, Gregório de Nazianzo e Gregório de Nissa  e ficaram  conhecidos como os  Padres Capadócios.
Os três foram grandes amigos do assim chamado “Campeão da Ortodoxia” Atanásio, ou Atanásio de Alexandria , e criaram fórmulas para desenvolver a doutrina da Trindade de forma a ser aceita pela maioria dos teólogos da época. Basílio de Cesaréia e Gregório de Nissa eram irmãos, sendo que Basílio, que era seis anos mais velho, foi quem ensinou os princípios elementares da fé a seu irmão mais novo Gregório. Gregório de Nazianzo foi amigo íntimo dos dois, compartil…

Trindade Imanente e Trindade Econômica

Não se pode estudar Teologia do ponto de vista ortodoxo sem refletir a respeito da doutrina Trindade. A grande maioria das Igrejas cristãs abraça esta doutrina. Ela é básica para o Cristianismo.  A Declaração típica do credo cristão histórico é: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo .
Os judeus do tempo de Jesus davam muita ênfase à unidade de Deus, e esta ênfase foi trazida para dentro da igreja cristã. Não muito tempo depois,  estudiosos da Bíblia notaram que a Unidade ensinada no Judaísmo não era tão evidente assim como se entendia na época. Analisando as afirmações de Cristo e as revelações do apóstolo Paulo chegou-se a conclusão de uma Triunidade, também chamada de  Trindade .
Tertuliano (ca. 160 - ca. 220 d.C.) foi o teólogo responsável pelo desenvolvimento do termo Trindade, ele criou a palavra “Trindade” (no latim, Trinitas), esse termo desde a sua época tornou-se característico da teologia cristã. Muitos teólogos do cristi…

A Importância da Reforma nos nossos dias

A Importância da Reforma nos nossos dias

Olá irmãos em Cristo. Estamos em clima de festa, pois no dia 31 de outubro comemoramos o aniversário da Reforma Protestante. E a convite do meu amigo Vitor, estou aqui para fazer um breve texto sobre a importância da Reforma nos nossos dias atuais.
Pouco se ouve falar da Reforma nos nossos dias atuais. A mídia tenta encobrir essa data com o Halloween, e as escolas quando falam sobre o assunto, na maioria dos casos, coloca os reformadores como os “vilões” da história.
A Reforma começou na Alemanha, no ano de 1517, quando o então cardeal da Igreja Católica Martinho Lutero se opôs a algumas regras e normas impostas pela Igreja Católica, como as indulgências, proibição de qualquer pessoa ler a Bíblia, o uso de imagens de santos nos cultos etc. E então, no dia 31 de outubro de 1517, Lutero coloca na parede da Catedral de Wittenberg as suas 95 Teses. E nessas teses, Lutero coloca suas oposições à grande parte daquilo que o catolicismo pregava, propagand…