Pular para o conteúdo principal

Cronologia reformadores

 Martinho Lutero - Cronologia

•        Nasce  em : 10 de Novembro de 1483, na cidade de Eisleben, filho de Hans e Margareth Luther.
•        Estuda em  Mansfeld de 1488 até 1497.  Lutero é enviado para os franciscanos em Eisenach, onde ele recebeu Educação em música e poesia, se destacando como cantor.
•        De 1501 até 1505, Lutero vai estudar na faculdade de Erfurt, recebendo o título de “Magister Artium” da faculdade de Filosofia.
•        Julho de 1505 - Entra em um monastério agostiniano em Erfurt.
•        27 de fevereiro de 1507 -  Torna-se  Diácono .
•        4 de abril  de  1507  - Torna-se Padre.
•        Março de 1509 recebe o grau de bacharelado em Estudos Bíblicos. Poucos meses depois recebe outro grau de bacharelado nas Sentenças de Pedro Lombardo.
•        1510,  viaja para Roma, em uma missão em nome de seu convento.
•        Setembro de 1511, retorna a Wittenberg.
•        19  outubro de 1512 ele recebe o título de Doutorado em Teologia,
•        21 de outubro de 1512  ocupa  a posição de Doutor na Bíblia na mesma faculdade, título que manteve até o fim de sua vida.
•        31 de outubro de 1517 - Lutero elabora suas 95 teses  e  fixa  na porta   da Igreja de Todos os Santos, em Wittenberg.
•        26 de abril de 1518, conhecida hoje como a Disputa de Heidelberg.
•        18 de abril de 1521 – Lutero comparece a dieta de Worms.
•        13 de junho de 1525, Katharina Von Bora e Lutero se casam.  Juntos tiveram 6 .
•        Em 1525, estoura a rebelião dos camponeses.  Sob a liderança  de Tomás Muntzer.
•        1529, ocorre a dieta de Spira onde se reafirmou o edito de Worms. Foi então que os príncipes luteranos protestaram e foram chamados  “protestantes”.
•        1530 - Melanchthon propõe  “Confissão de Augsburgo”.  O Imperador promete  revidar com armas.
•        1532-  Protestantes e Católicos assinam a paz de Nuremberg,
•        15 de fevereiro de 1546 em Eisleben – Lutero Prega seu último Sermão
•        18 de fevereiro de 1546, morre Lutero o Reformador.





Zwínglio - Cronologia

•        Nasce Ulrich Zwingli  em   Wildhaus,  1º de janeiro de 1484  moderna Suíça
•        1506 -  obtem o "Magister Sententiarum" , no mesmo ano foi ordenado sacerdote em Glanora.
•        1516 -  foi transferido para a abadia de Einsiedeln como capelão. 
•        1519  - foi transferido como cura da catedral, para Zurique, onde em suas pregações começou a criticar com insistência as indulgências e a comentar a Bíblia segundo o "evangelho puro".
•        1522 -  Zuínglio   casou-se secretamente com Ana Reinhart, escreveu Apologeticus Archeteles (seu testemunho de fé) e renunciou ao sacerdócio, sendo contratado pelo concílio municipal como pastor evangélico.
•        29 de janeiro de 1523, perante 600 pessoas, incluindo todo o clero e membros do conselho maior e menor de Zurique. Apresentação dos 65 artigos.
•        11 de Outubro de 1531 Zwínglio  encontrou a morte .. As suas últimas palavras, segundo a tradição, foram: "Eles podem matar o corpo, mas não a alma".






Calvino - Cronologia

·                   10 de julho 1509: nasceu em Noyon, nordeste da França, no dia. Seu pai, Gérard Cauvin, era advogado dos religiosos e secretário do bispo local. Sua mãe, Jeanne Lefranc, faleceu quando ele tinha cinco ou seis anos de idade.  
·                   1523: Em 1528, iniciou seus estudos jurídicos, primeiro em Orléans e depois em Bourges, onde também estudou grego com o erudito luterano Melchior Wolmar. Com a morte do pai em 1531, retornou a Paris e dedicou-se ao seu interesse predileto – a literatura clássica. No ano seguinte, publicou um comentário sobre o tratado de Lúcio Enéias Sêneca De Clementia.
·                    1533: converteu-se à fé evangélica, provavelmente sob a influência do seu primo Robert Olivétan. No final desse ano, teve de fugir de Paris sob acusação de ser o co-autor de um discurso simpático aos protestantes, proferido por Nicholas Cop, o novo reitor da universidade. Refugiou-se na casa de um amigo em Angoulême, onde começou a escrever a sua principal obra teológica.  
·                    1536: no mês de março foi publicada em Basiléia a primeira edição da Instituição da Religião Cristã (ou Institutas), 
·                   1536   O reformador suíço Guilherme Farel o convenceu a ajudá-lo em Genebra, que apenas dois meses antes abraçara a Reforma Protestante (21-05). Logo, os dois líderes entraram em conflito com as autoridades civis de Genebra acerca de questões eclesiásticas (disciplina, adesão à confissão de fé e práticas litúrgicas), sendo expulsos da cidade.
·                    1538: Calvino foi para Estrasburgo, onde residia o reformador Martin Bucer, e ali passou os três aos mais felizes da sua vida (1538-41).  Em 1540, Calvino casou-se com uma de sua paroquianas, a viúva Idelette de Bure. Seu colega Farel oficiou a cerimônia.
·                    1541: Foi convidado a retornar a Genebra. Calvino retornou à cidade no dia 13 de setembro de 1541 e foi nomeado pastor da antiga catedral de Saint Pierre. Logo em seguida, escreveu uma constituição para a igreja reformada de Genebra (as célebres Ordenanças Eclesiásticas), uma nova liturgia e um novo catecismo, que foram logo aprovados pelas autoridades civis.  
·                    1548: nesse ano ocorreu o falecimento de Idelette e Calvino nunca mais tornou a casar-se. O único filho que tiveram morreu ainda na infância.  
·                   1564: João Calvino faleceu com quase 55 anos em 27 de maio de 1564. A seu pedido, foi sepultado discretamente em um local desconhecido, pois não queria que nada, inclusive possíveis homenagens póstumas à sua pessoa, obscurecesse a glória de Deus.  



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Pais capadócios

A região da Capadócia (também conhecida como Província da Capadócia) era localizada na área centro-oriental da Anatólia na moderna Turquia. Era um dos domínios romanos da região da Ásia Menor. Os Pais Capadócios foram três notáveis teólogos que viveram nesta região entre os concílios de Niceia (325) e o de Constantinopla (381). Sendo que suas contribuições para o Concilio constantinopolitano foram especialmente  relevantes. São eles  Basílio, Gregório de Nazianzo e Gregório de Nissa  e ficaram  conhecidos como os  Padres Capadócios.
Os três foram grandes amigos do assim chamado “Campeão da Ortodoxia” Atanásio, ou Atanásio de Alexandria , e criaram fórmulas para desenvolver a doutrina da Trindade de forma a ser aceita pela maioria dos teólogos da época. Basílio de Cesaréia e Gregório de Nissa eram irmãos, sendo que Basílio, que era seis anos mais velho, foi quem ensinou os princípios elementares da fé a seu irmão mais novo Gregório. Gregório de Nazianzo foi amigo íntimo dos dois, compartil…

“Eu te conheci no deserto, em terra muito seca.” (Oseias 13.5.)

O povo de Israel estava sofrendo sobremaneira na terra do Egito e isto já durava 400 anos. Deus  então ouviu o clamor de Israel quando o povo estava na escravidão . Moisés foi usado para libertar o povo. Israel então saiu, livre, para o deserto. Foi ao sair do Egito que eles viram o poder de Deus manifestado. Jamais um povo viu tantas manifestações grandiosas do poder do Altíssimo como Israel na Terra de Faraó. Por dez vezes o povo que os escravizara fora castigado por Deus  de maneira sobrenatural, e Israel viu tudo isso e ficou ileso. Castigos como água transformada em sangue,  plantações destruídas, primogênitos mortos. Mas Israel esteve protegido e não sofreu estas assolações. Mas não foi lá que eles  aprenderam quem era Deus. Foi  na terra seca e inabitável do deserto do Neguev, onde não havia água nem comida e o sol era ardente, que a nação escolhida conheceu ao Senhor. Hoje também, Jesus nos resgatou da maldição do pecado e nos colocou no caminho da vida eterna. Estamos livres e se…

Filipe o Evangelista - Vivendo na Dinâmica do Espírito

Filipe Diácono e Evangelista Filipe foi um evangelista, foi  um dos primeiros seguidores de Jesus e  um dos Setenta Discípulos (Lucas 10) . Junto com Estêvão, era um dos sete “homens acreditados, cheios de espírito e de sabedoria” , escolhidos para a distribuição de alimentos entre as viúvas cristãs em Jerusalém (Atos 6:1-6).  Filipe foi a Samaria; proclamou ali o evangelho, realizou milagres,  e como resultado muitos aceitaram a mensagem e foram batizados ( veja Atos 8.4-13). Logo depois batizou um eunuco da Etiópia e foi "arrebatado" até Asdode, de onde seguiu pregando até Cesareia. Anos mais tarde, morou em Cesareia, onde pregava com suas quatro filhas. Por volta do ano 56d.C. foi visitado por Paulo e Lucas que ficaram por um tempo em sua casa.  A tradição diz que ele residiu em Trales se tornando bispo da Igreja local.  Vamos a o relato mais significativo da vida de Filipe. A história de Filipe e o Etíope.

Atos 8.26-40
26 -  Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Lev…