Pular para o conteúdo principal

A Usinagem do Cristão


O termo usinagem significa submeter  a matéria-prima, especialmente o metal,  a um processo mecânico para se transformar em uma peça. 
Esta peça pode tornar-se em várias coisas, como: chaves, pinos, lâminas,engrenagens, entre outras.
Sem a usinagem o material não tem utilidade. Ele precisa ser trabalhado para que alcance a forma, o tamanho e as propriedades ideais. Para isso existem ferramentas e maquinário específico para cada tipo de peça. 
Estas ferramentas podem ser: o torno industrial, a fresa, o esmeril, ferramenta de corte, entre outras.

Podemos tirar daí uma analogia com a vida de um cristão que foi chamado á salvação. Ele também precisa ser trabalhado para se tornar uma peça útil nas engrenagens da Igreja de Cristo. O salvo precisa adquirir um perfil diferenciado, uma forma e características bem especiais para se enquadrar entre as peças úteis. A Igreja  precisa destas peças para funcionar.

Muitas denominações estão padecendo hoje em dia por não possuírem peças adequadas para que a Igreja funcione corretamente. Os cristãos não estão sendo trabalhados corretamente para que sejam úteis. 

Não se pode deixar de observar que o cristão tem  deveres perante o seu Deus: adoração; perante a sociedade: evangelizar; e perante ele próprio e a Igreja: crescer no conhecimento de Deus. Ele deve funcionar bem.

Observamos templos cheios de membros que estão meses e anos sem  nenhum progresso espiritual, vazios e nulos. Alguns, por cansarem da mesmice, vão embora, abandonando Cristo.
Prestemos a atenção, é notável como elas são atraídas para Deus, se dedicam e anseiam serem usadas por Deus e quando isto não ocorre elas se sentem frustradas espiritualmente. E isso pode matar sua vida espiritual 
O problema é que estas peças precisam ser preparadas cuidadosamente para  tornarem-se engrenagens na Igreja, mas nem sempre  isso não ocorre,e muitas vezes quando ocorre é mal feito.

A ferramenta que trabalha esta matéria-prima bruta, o salvo, é a Palavra de Deus.  Ela é quem transforma o metal em peça. O ensinamento bíblico é a única ferramenta capaz de consertar o metal torto, enferrujado e sujo do homem que vem até Cristo. Sem este ensino estaremos formando peças frágeis e com pouca ,ou nenhuma, serventia.

A Usinagem Bíblica
Esta  Usinagem consiste no ensino sistemático e orientado da Palavra  para tornar o fiel apto a servir a Deus. Lemos em  II Timóteo 3:16-17, que “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para redarguir,  para a corrigir, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.”
É fácil, depois da leitura deste texto percebermos que para ser  habilitado para a boa obra é preciso que o crente seja trabalhado em alguns aspectos:
1 Ensino da Palavra
2 Refutar ensinamentos contrários.(defesa da fé)
3 Correção de práticas pecaminosas.
4 Educação na Justiça.
O fiel precisa ser orientado nestes aspectos para poder  servir corretamente.
Nenhum destes pontos pode ser negligenciado.Todos são essenciais.
Comparamos a peça bruta ao fiel, podemos COMPARAR :

->O Ensino sistemático : ao torno industrial que molda a peça, para que a mesma obtenha a forma devida. O que seria simbolicamente ensinar o homem  no padrão de Cristo.
Torno Industrial

-> A Defesa da fé : com a ferramenta de corte, que  corta as falsidades e heresias que teimam em aparecer no contexto da igreja.


Guilhotina Hidráulica- para corte de metal

-> A Correção: com o esmeril que desgasta o metal para que ele obtenha a textura adequada. Neste caso o esmeril é a correção que limpa as impurezas da vida do cristão para que ele esteja santificado perante Deus.
Esmeril industrial de coluna

-> A Educação na Justiça: com  a fresa:  esta é a máquina mais complexa e que exige mais conhecimento do operador. Ela dá o acabamento na peça: fura, corta, aplaina, e simboliza a perfeita justiça que o servo de Deus deve pautar sua vida. Justiça perante os homens e perante o Criador.
Fresadora Universal

Estes elementos citados na carta de Paulo a Timóteo são fundamentais para o desenvolvimento do crente, e consequentemente para o funcionamento da Igreja deCristo.

Mas para desenvolver estes fundamentos é imprescindível que existam profissionais capacitados para lidarem com estas ferramentas.  
O instrumental sozinho não tem capacidade para transformar o material.
O profissional que prepara a peça é chamado de obreiro, e em algumas denominações recebe outra nomenclatura, como bispos, presbíteros, pastores, entre outros. É alguém que está preparado espiritual e intelectualmente para ensinar o novo convertido os desígnios da Palavra. Este ensino pode ser feito de diversas formas, como: seminários, estudos,ministrações, aulas.

O grande problema de existirem peças defeituosas e justamente por ter métodos defeituosos e obreiros despreparados.
O método é falho quando não é sistemático e  quando não abrange toda a Igreja.
O obreiro é despreparado quando não se prepara e não se dedica a ministrar as verdades bíblicas de forma clara e precisa.

A formação do cristão não pode ser negligenciada, nem deixada para segundo plano, pelo contrário, precisa ser priorizada.
No próximo post, chamado Métodos e Obreiros, estaremos entrando dentro da Usinagem de Jesus e dando nossa opinião em como resolver estes dois problemas.
Métodos falhos
Obreiros despreparados.




Comentários

  1. Parabéns pelo texto, gostei!
    Blog: http://cantinhorestaurado.blogspot.com.br/
    Página:https://www.facebook.com/mulheresdealmacurada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações