Pular para o conteúdo principal

Poesia e Teologia

      

 Sempre achei que teologia e poesia não rimavam apenas no som, as duas possuem uma "rima" muito interessante de sentido. Vamos explicar porquê?
Poesia, como explica o dicionário, é a arte de criar imagens, sugerir emoções por meio de uma linguagem em que pode se combinar sons, ritmos, significados e formas. 
Teologia  se refere ao conhecimento da divindade e de suas relações com os homens. 
A poesia é o frasco mais bonito de que se serviram os escritores bíblicos para depositarem o perfume da fé.
O interessante é que a linguagem da Teologia é quase sempre poética. Na verdade o Senhor se revela aos homens poeticamente. Percebemos no texto bíblico entrelaçamento de sons, imagens e significados para revelar ao homem aquilo que ele não vê, não toca, não cheira e não ouve. A poesia reverbera o som da criação para que o homem possa ouvir a voz do Criador.


Veja a poesia dos Salmos, o livro mais famoso de todos nas Escrituras Sagradas. Os salmos foram feitos para serem cantados como letras de uma música, o poeta exprime neles sua relação pessoal com o Criador. Relação entre amigos. Entre Pai e filho.

As frases são construídas com esmero, cuidado e devoção. Uma obra de arte esteticamente perfeita, riquíssima em imagens poéticas.


Os poetas bíblicos eram poetas de fé. Eles geraram a poesia da fé. Poesia que tem a essência de tudo o que o mundo, o ser humano e a vida têm.

Como expressão de arte, teologia e religião, a poesia bíblica reflete a infinita capacidade humana para a associação, para a circulação de experiências e ideias. Mas, faz isso a seu próprio modo: a indagação sobre a essência do que existe e acontece é inspirada pela fé em um Deus que se importa com sua criação. Por isso, somos tão rapidamente transportados por ela da mera aparência para questões do espírito, com as quais Deus quer enriquecer a vida. E o modo que o poeta de fé encontrou para enriquecer a vida humana com sua poesia foi fazer com que as instruções de Deus viessem a ter existência real.

Deus Pai foi poeta desde a Criação.
Jesus fez poesia quando esteve na Terra, sua produção foi a mais sublime que o homem já conheceu:


 "E, quanto ao vestuário, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam;

E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles.
Mateus 6.28-29


E
ste certamente é apenas um dos muitos exemplos de frases poéticas proferidas pelo Cristo.
Ele nos ensinou a sermos autênticos imitadores seus e como tal não podemos nos esquecer da beleza e arte com que o Mestre ensinava as pessoas. A poesia do Amor, a poesia da sinceridade e da singeleza. A frase dita a  seu tempo, temperada, edificante e cheia de vida.

Olhem a poesia de Paulo no livro de I Corintios, capítulo 13:


 A excelência do amor

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.

E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;
mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.


Hoje estamos nós em meio a tantas tragédias, horrores, crueldades e maldades, mas nós, Igreja de Jesus somos chamados a falar sobre as belezas e maravilhas de Deus, e faremos isto de forma artística, bela e poética.


Publicado em  26 de outubro  de 2014

Comentários

Postar um comentário

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações