Pular para o conteúdo principal

Ecclesia semper reformanda est

"Ecclesia semper reformanda est" é uma frase usada pela primeira vez por Karl Barth em 1947, alegadamente derivada de um ditado de Santo Agostinho. Significa "A Igreja reformada deve estar sempre se reformando".

Outra variação desta é: “Ecclesia Reformata et Semper Reformanda Est”, de autoria do reformado holandês Gisbertus Voetius , na época do Sínodo de Dort;
Há também o "Ecclesia reformata, semper reformanda" usado como lema de várias Igrejas reformadas ao redor do mundo.

O que isso significa?  Que importância tem para nós hoje?
Vou ilustrar:
Sabe aquela doença chata que exige uso de remédio diariamente e visitas regulares ao médico por toda a vida?
Pois é, tratamento constante, por toda a nossa existência. Uma doença  que vamos ter de levar por toda a vida. O tratamento nos mantém vivos, mas se não tratar fatalmente morreremos.
Bom, o pecado faz o mesmo em nós. Ele é como uma doença que nunca sanaremos por completo nesta vida, todo ser humano vai ter de lidar com ele, dia após dia. Se não tratarmos,  ele acaba com nossa vida espiritual.
O pecado também corrói a igreja, pois, como todos sabemos, ela é feita de homens e o pecado afeta a estrutura  da comunhão cristã.  Ele precisa ser tratado, diária e cotidianamente. Erros se acumulam como sujeira nos dentes após uma refeição ou como poeira e suor no corpo depois de um dia de trabalho. A higiene pessoal  se faz necessária.
Ano após ano a Igreja é devastada pelo pecado de seus membros.  A história se repete, século após século, homens fervorosos são usados para condenar a iniquidade da Igreja e confrontar os erros. Alguns deles são punidos, calados e silenciados, outros, com ajuda de Deus , prevalecem e conseguem restabelecer a adoração genuína  a Deus no meio do seu povo.
A Igreja de Cristo continuará sua marcha incansável rumo aos céus, sempre. Mas ela precisa continuamente do reexame de sua vida com Deus.
A verdade é que a Igreja mesmo não pode ser reformada, homens é que são reformados, cristãos é que  precisam desta reforma.
Nós precisamos tomar consciência que o pecado necessita de tratamento, e não paliativos, mas de tratamentos sérios e cuidadosos. Deus quer mexer como nossas estruturas da nossa " casa espiritual" por completo e não apenas pintar as paredes.
Reformar não é apenas mudar, não é apenas uma reestruturação. Reformar, no sentido bíblico para a Igreja é Restaurar.
O Espírito de Deus quer reformar sua Igreja, e ele usa a Palavra de Deus como instrumento de restauração.
Restaurar às antigas doutrinas pregadas pelos nossos antecessores. Expor a Palavra, pregar ousadamente as doutrinas da Salvação pela fé, Arrependimento, remissão, Trindade, Suficiência das Escrituras, Graça Salvadora. Pregar a Bíblia.
Reformar é retornar, é olhar para trás, onde estão nossos pais na fé , olhar para o que eles nos ensinaram , para o que eles nos legaram e refazer nossa vida à luz destes ensinos.
Hoje a Igreja continua sendo reformada. Você é parte da Igreja de Cristo? Está sendo reformado?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Pais capadócios

A região da Capadócia (também conhecida como Província da Capadócia) era localizada na área centro-oriental da Anatólia na moderna Turquia. Era um dos domínios romanos da região da Ásia Menor. Os Pais Capadócios foram três notáveis teólogos que viveram nesta região entre os concílios de Niceia (325) e o de Constantinopla (381). Sendo que suas contribuições para o Concilio constantinopolitano foram especialmente  relevantes. São eles  Basílio, Gregório de Nazianzo e Gregório de Nissa  e ficaram  conhecidos como os  Padres Capadócios.
Os três foram grandes amigos do assim chamado “Campeão da Ortodoxia” Atanásio, ou Atanásio de Alexandria , e criaram fórmulas para desenvolver a doutrina da Trindade de forma a ser aceita pela maioria dos teólogos da época. Basílio de Cesaréia e Gregório de Nissa eram irmãos, sendo que Basílio, que era seis anos mais velho, foi quem ensinou os princípios elementares da fé a seu irmão mais novo Gregório. Gregório de Nazianzo foi amigo íntimo dos dois, compartil…

“Eu te conheci no deserto, em terra muito seca.” (Oseias 13.5.)

O povo de Israel estava sofrendo sobremaneira na terra do Egito e isto já durava 400 anos. Deus  então ouviu o clamor de Israel quando o povo estava na escravidão . Moisés foi usado para libertar o povo. Israel então saiu, livre, para o deserto. Foi ao sair do Egito que eles viram o poder de Deus manifestado. Jamais um povo viu tantas manifestações grandiosas do poder do Altíssimo como Israel na Terra de Faraó. Por dez vezes o povo que os escravizara fora castigado por Deus  de maneira sobrenatural, e Israel viu tudo isso e ficou ileso. Castigos como água transformada em sangue,  plantações destruídas, primogênitos mortos. Mas Israel esteve protegido e não sofreu estas assolações. Mas não foi lá que eles  aprenderam quem era Deus. Foi  na terra seca e inabitável do deserto do Neguev, onde não havia água nem comida e o sol era ardente, que a nação escolhida conheceu ao Senhor. Hoje também, Jesus nos resgatou da maldição do pecado e nos colocou no caminho da vida eterna. Estamos livres e se…

Filipe o Evangelista - Vivendo na Dinâmica do Espírito

Filipe Diácono e Evangelista Filipe foi um evangelista, foi  um dos primeiros seguidores de Jesus e  um dos Setenta Discípulos (Lucas 10) . Junto com Estêvão, era um dos sete “homens acreditados, cheios de espírito e de sabedoria” , escolhidos para a distribuição de alimentos entre as viúvas cristãs em Jerusalém (Atos 6:1-6).  Filipe foi a Samaria; proclamou ali o evangelho, realizou milagres,  e como resultado muitos aceitaram a mensagem e foram batizados ( veja Atos 8.4-13). Logo depois batizou um eunuco da Etiópia e foi "arrebatado" até Asdode, de onde seguiu pregando até Cesareia. Anos mais tarde, morou em Cesareia, onde pregava com suas quatro filhas. Por volta do ano 56d.C. foi visitado por Paulo e Lucas que ficaram por um tempo em sua casa.  A tradição diz que ele residiu em Trales se tornando bispo da Igreja local.  Vamos a o relato mais significativo da vida de Filipe. A história de Filipe e o Etíope.

Atos 8.26-40
26 -  Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Lev…