Pular para o conteúdo principal

A Esfera da Fé. Salmo 119.66

Ensina-me bom juízo e ciência, pois cri nos teus mandamentos.  Salmo 119.66



Existe muita gente que assume que um homem de ciência não pode ter fé.  Isso é uma afirmativa totalmente descabida, sem fundamento. Vemos Newton, Einstein, Niels Bohr, Michael Faraday, Max Plank, entre outros cientistas  tão famosos e conhecidos quanto estes, que  acreditaram em um Deus Criador e professavam ter sua fé pessoal.
Vamos ver, percebam que são três esferas do conhecimento. Se olharmos  para este salmo conseguimos perceber os três lados do conhecimento.
O Primeiro - O Bom Juízo , ou como o conhecemos, o Bom Senso.
O Segundo - A Ciência - Aqui tratamos do conhecimento científico, mensurável, calculável, possível de ser experimentado.
O Terceiro - A Fé, o conhecimento do mundo espiritual , adquirido por meio da revelação divina.
Este salmista não estava esperando do Senhor apenas para a esfera do conhecimento espiritual , pelo contrário, ele entende que o Senhor é doador de toda e qualquer capacidade que o ser humano possua de  conhecer o mundo. A nossa inteligência, o nosso bom senso são dons que o nosso Deus nos dá por sua livre e espontânea vontade.
Tudo vem dele, toda boa coisa, todas as coisas belas e maravilhosas.
 Não gosto de fazer elogios insinceros. Se a pessoa não faz bem aquilo que lhe é devido ou que se propôs a fazer não merece ser elogiada. Boas intenções não bastam é necessário mais do que isso. É preciso esforço , dedicação e comprometimento.
Para adquirir bom senso é preciso observação , inteligência, perspicácia e vontade de se relacionar bem com as outras pessoas. Pessoas de bom senso são elogiáveis, dignas de imitação.
Para adquirir ciência é preciso uma dose muito grande de estudo e dedicação, além de bom raciocínio , dedução e capacidade concentração. Pessoas de ciência são elogiáveis, possuem o mérito do esforço.
E para crer nos mandamentos do Senhor?  O que é preciso?
Não é preciso ciência nem bom senso, é necessário fé, que é um dom de Deus. Dom revelado, dom que chega de maneira totalmente imprevisível ao ser humano.
A fé não é calculável, observável, mensurável como as coisas da ciência. A fé também não é apreensível, não é adquirível com perspicácia ou sabedoria. Ela é independente. Ela é mais nobre. Ela é maior.
Podemos elogiar as pessoas pelo seu conhecimento, pela sua sabedoria, pelo seu bom senso, mas nunca pela sua fé. Quem poderia ter alguma fé, mesmo que diminuta que não tenha recebido? Toda fé vem de Deus, como dádiva. 
Não podemos imaginar que as leis que governam a ciência governem o bom senso, nem as que regem o bom senso guiarem a ciência. São coisas distintas. Assim como a fé é governada por leis próprias, independentes.
Quem tem fé sabe da importância das outras esferas para sua vida e não menospreza elas, pelo contrário pede ao Senhor para que o ensine , para que o capacite a obter estes outros conhecimentos. Deus é Soberano sobre a Ciência e o bom senso e Ele pode conceder a quem ele desejar. 
 Neste sentido não há contradição entre fé e as outras áreas do conhecimento sendo que cada uma atua em esferas separadas e independentes , porém todas elas são ainda governadas e regidas pelo Altíssimo , o grande Criador de todas as Coisas.
A Esfera da Fé é a que supera todas as outras em importância.  Sem fé é impossível agradar a Deus  ( Hebreus 11.6).






Comentários

Total de visualizações