Pular para o conteúdo principal

Prazer na Lei - Salmo 119.2


Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, e que o buscam com todo o coração.
Salmos 119 . 2




 O destaque deste verso é para a felicidade dos que se estribam na Palavra de Deus, para os que temem sua santa Vontade e se preocupam em segui-la.
Guardar estes mandamentos é naturalmente o dever de todo homem, é para isso que ele foi criado, para viver em comunhão com seu  Criador.
O problema é que o homem, desviado deste princípio de obediência, desde a queda de Adão no Éden não sente mais prazer em obedecer a Deus pois o pecado afetou totalmente sua natureza e portanto seu coração.
 Lemos o que Paulo escreve na sua carta aos romanos:
 “Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser” Romanos 8:7
 Ninguém sente prazer em satisfazer a vontade de um inimigo nem por conseqüência, obedecer à sua Lei. Ora , se temos inimizade contra Deus  é natural que não queiramos obedecer sua lei santa e justa.
Mas contra essa mesma inclinação e por mais contraditório que pareça o salmista afirma que os que guardam a lei divina são felizes, muito mais que felizes, são bem-aventurados.
Quando  o homem recebe a Cristo, sua natureza  é mudada. Ele pode dizer: “Segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus”.
O homem interior é o novo homem, que entende e aceita as coisas do Espírito. Este novo homem sente prazer na Lei, sente prazer em obedecer a Deus, mesmo que isso lhe custe algum esforço, dedicação e abrir mão de alguns desejos naturais e corruptos.
Buscar de todo o coração é buscar com todas as forças, com tudo que há dentro do nosso ser, com todo nosso homem interior. 
Se não amamos a Lei de Deus, se não estamos tendo gozo em servir ao Senhor com certeza há algo de errado acontecendo em nossa vida, pois o salvo deve se alegrar em fazer a vontade do seu Salvador.




             

Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações