Pular para o conteúdo principal

A graça de Deus


Por Anderson de Moraes


“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens,
Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente,
Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo;” Tito 2:11-13

A maior vitória do ser humano é ser alvo da graça Divina. Há quem busque uma “graça” no sentido de bênçãos materiais, ou até no sentido de cura, mas Deus, o dono da graça tem algo muito melhor e mais profundo para nos oferecer, ele nos oferece a graça salvadora.
A graça, não é apenas um favor que Deus presta ao ser humano, a graça é um atributo intrínseco ao caráter de Deus e no decorrer da Bíblia Sagrada nós podemos ver a graça de Deus manifesta no mínimo em três estágios:


1 – A graça manifesta em bondade e misericórdia
Deus agiu com misericórdia no Éden. A misericórdia é o amor de Deus em ação, Deus poderia sentenciar morte aos nossos primeiros pais, eles erraram. Deus também poderia perdoá-los e simplesmente “levar a vida adiante”, mas Deus não falha, nem se engana, sua equidade, sua capacidade perfeita de equilibrar amor e justiça se manifestou no Jardim do Éden através da graça.  O amor e a justiça de Deus não se aniquilam um ao outro. Ele foi tão justo que não permitiu que o homem continuasse a viver no paraíso, e foi tão amoroso que não exterminou a raça humana pelo seu delito.

Deus derramou sua graça no Éden e continua derramando ainda hoje. Por pura graça de Deus, você está vivo lendo este texto. Por pura graça de Deus, eu o escrevi até aqui. A prova do amor de Deus para conosco está no fato de ele ser justo a ponto de não levar-nos agora para o céu, e ser amoroso o suficiente para não nos aniquilar pelos nossos delitos. Não se engane a misericórdia de Deus é atuante na sua vida todos os dias (Lm 3.22).

2 – A graça manifesta em oferta de redenção
Adão pecou, todos nós pecamos, que triste notícia. Porém pela graça de Deus nós recebemos uma oferta, uma proposta, uma boa notícia, e ela veio através da mais perfeita manifestação do amor de Deus, de enviar o seu Filho Amado ao mundo, Jesus Cristo. Glória a Deus.

Jesus veio até nós com o propósito de anunciar a graça, o reino que veio aos súditos, veja quão grande amor, não tínhamos condições de nos apresentar ao Rei, não tínhamos nada de valor para que pudéssemos atrair os olhares do Deus Eterno. Foi o próprio Deus que se manifestou a nós, em Cristo, nos oferecendo redenção, para nos restituir a imagem de Deus que fora denegrida pelo pecado. Sabe por que você conhece o amor de Deus? Por que Jesus orou ao Pai, pedindo você fosse alcançado pela graça, a fim de crer nEle (Jo. 17.20). Valorize isso.


3 – A graça manifesta em salvação
Graças a Deus que Jesus não veio para dar lindos discursos apenas, graças a Deus que Jesus não é apenas um bom exemplo de moral, graças a Deus que Jesus não é apenas o “espírito mais puro”, e, graças a Deus, bendito seja Deus que Jesus o Cristo, é o Salvador da humanidade.

O objetivo da graça de Deus é salvar a alma do homem da condenação eterna. Mudar o rumo da vida do homem que anda em pecado para uma vida de santidade para que este possa ter comunhão com Deus e herdar a vida eterna.
Deus, através da sua graça, manifesta em Cristo quer fazer do homem parte da sua família, adotando-o, e pela sua graça, somente pela sua graça, justificá-lo através do sangue precioso de Jesus. Glória a Deus, Aleluia!

A graça de Deus nos:
Atrai – Mc. 15.38 – Podemos nos achegar a Deus pelo sacrifício de Cristo.

Molda – Rm. 12.2 – Entramos para a forma, o molde de Deus, para experimentar a sua perfeição manifesta em nosso viver.

Santifica – Jo. 1.17 – Fomos chamados pela graça para santidade.

Deixa parecido com Cristo – At. 11.26 – Ef. 4.13 – Pela graça de Deus um dia estaremos plenamente santos.

Salva – Ef. 2.5-8 – Somente a graça de Deus revelada no amado Mestre Jesus pode nos salvar.

Não saia por aí, de igreja em igreja buscando “graças”, olhe para o alto, há uma graça completa que lhe é oferecida em plenitude, a graça do perdão de pecados e da Salvação da alma. Não feche os seus olhos para a graça de Deus, não finja que não tem oportunidade para desfrutar de comunhão com o Pai, ao contrário, louve a Ele, pois manifestou seu amor perfeito na sua vida lhe oferecendo salvação de graça.

Medite: 1 Co. 15.52-57

reproduzido com autorização,
Para o original clique no  link http://andersondemoraes.blogspot.com.br/2013/05/a-graca-de-deus.html#more

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Pais capadócios

A região da Capadócia (também conhecida como Província da Capadócia) era localizada na área centro-oriental da Anatólia na moderna Turquia. Era um dos domínios romanos da região da Ásia Menor. Os Pais Capadócios foram três notáveis teólogos que viveram nesta região entre os concílios de Niceia (325) e o de Constantinopla (381). Sendo que suas contribuições para o Concilio constantinopolitano foram especialmente  relevantes. São eles  Basílio, Gregório de Nazianzo e Gregório de Nissa  e ficaram  conhecidos como os  Padres Capadócios.
Os três foram grandes amigos do assim chamado “Campeão da Ortodoxia” Atanásio, ou Atanásio de Alexandria , e criaram fórmulas para desenvolver a doutrina da Trindade de forma a ser aceita pela maioria dos teólogos da época. Basílio de Cesaréia e Gregório de Nissa eram irmãos, sendo que Basílio, que era seis anos mais velho, foi quem ensinou os princípios elementares da fé a seu irmão mais novo Gregório. Gregório de Nazianzo foi amigo íntimo dos dois, compartil…

Trindade Imanente e Trindade Econômica

Não se pode estudar Teologia do ponto de vista ortodoxo sem refletir a respeito da doutrina Trindade. A grande maioria das Igrejas cristãs abraça esta doutrina. Ela é básica para o Cristianismo.  A Declaração típica do credo cristão histórico é: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo .
Os judeus do tempo de Jesus davam muita ênfase à unidade de Deus, e esta ênfase foi trazida para dentro da igreja cristã. Não muito tempo depois,  estudiosos da Bíblia notaram que a Unidade ensinada no Judaísmo não era tão evidente assim como se entendia na época. Analisando as afirmações de Cristo e as revelações do apóstolo Paulo chegou-se a conclusão de uma Triunidade, também chamada de  Trindade .
Tertuliano (ca. 160 - ca. 220 d.C.) foi o teólogo responsável pelo desenvolvimento do termo Trindade, ele criou a palavra “Trindade” (no latim, Trinitas), esse termo desde a sua época tornou-se característico da teologia cristã. Muitos teólogos do cristi…

A Importância da Reforma nos nossos dias

A Importância da Reforma nos nossos dias

Olá irmãos em Cristo. Estamos em clima de festa, pois no dia 31 de outubro comemoramos o aniversário da Reforma Protestante. E a convite do meu amigo Vitor, estou aqui para fazer um breve texto sobre a importância da Reforma nos nossos dias atuais.
Pouco se ouve falar da Reforma nos nossos dias atuais. A mídia tenta encobrir essa data com o Halloween, e as escolas quando falam sobre o assunto, na maioria dos casos, coloca os reformadores como os “vilões” da história.
A Reforma começou na Alemanha, no ano de 1517, quando o então cardeal da Igreja Católica Martinho Lutero se opôs a algumas regras e normas impostas pela Igreja Católica, como as indulgências, proibição de qualquer pessoa ler a Bíblia, o uso de imagens de santos nos cultos etc. E então, no dia 31 de outubro de 1517, Lutero coloca na parede da Catedral de Wittenberg as suas 95 Teses. E nessas teses, Lutero coloca suas oposições à grande parte daquilo que o catolicismo pregava, propagand…