Pular para o conteúdo principal

A Bíblia e sua confiabilidade - parte 1



 A Palavra de Deus — a Bíblia Sagrada — é o Livro especial de Deus  é um  Livro sobrenatural. Foi escrita por muitas pessoas diferentes, as quais escreveram através da inspiração do Espírito Santo de Deus. A Bíblia é o Livro mais vendido do mundo. A Bíblia já foi traduzida mais do que qualquer outro livro. Foi originariamente escrita em três línguas — Hebraico, Aramaico e Grego. Foi escrita por mais de 40 autores. Passaram em média 1600 anos para que fosse completo seu cânon(explicar rapidamente).A Bíblia é também um dos livros mais antigos do mundo. Os trechos mais antigos da Bíblia remontam a quase 4.000 anos.

Mas de onde vem a segurança que os cristãos possuem que a Bíblia não foi manipulada ou alterada segundo ideais humanos?
Ou, como sabemos da antiguidade da Bíblia?
A Bíblia esta completa?
Quem disse que a Bíblia é, realmente a Palavra de Deus.
São estas perguntas que eu desejo responder no meu artigo.



A Bíblia está bem traduzida. Jesus mandou seus discípulos pregarem a todas as nações, e portanto, eles teriam que traduzir a Bíblia nas línguas destas nações (Mt 28.18-20). De fato, a Bíblia é o livro mais traduzido do mundo. No Brasil, há traduções excelentes e, exceto no caso da tradução dos chamados “Testemunhas de Jeová”, as traduções da Bíblia são boas. A melhor versão para o estudo é Almeida, Revista e Atualizada, 2ª edição. A Nova Versão Internacional, NVI, também vem conquistando espaço como Bíblia para estudo, mas há muitas outras boas versões. Ninguém pode alegar que não dá para entender ou confiar nas traduções: em qualquer Bíblia dá para aprender o evangelho.
Muito embora a Bíblia seja constituída de 66 livros menores, ela tem apenas um único tema central: o plano amoroso de Deus para resgatar a humanidade.
A conservação da Bíblia, desde sua formação, esteve a cargo dos sacerdotes judaicos, e, depois, das igrejas cristãs espalhadas pelo mundo. Há dezenas de milhares de manuscritos bíblicos de comprovada antiguidade que mostram que a Bíblia é o livro mais bem conservado que veio da Idade Antiga  até os nossos dias. Nela se cumprem as palavras de Jesus que disse que as suas palavras não passariam (Mc 13.31) e que a Escritura não falha (Jo 10.35).
A Bíblia está completa. Jesus aceitou a Bíblia Hebraica, dividida em três partes (Lc 24.44) que corresponde aos nossos 39 livros do Velho Testamento. Depois ele autorizou seus apóstolos a relatarem a verdade que o Espírito iria lhes transmitir (Jo 14.26; 16.12-13) que acabou produzindo os nossos 27 livros do Novo Testamento. Assim, nada falta em nossa Bíblia. Os chamados livros perdidos ou livros apócrifos, nunca fizeram parte da Bíblia Hebraica aprovada por Jesus e os que foram supostamente “impedidos” de entrar no Novo Testamento, na verdade, não foram escritos por apóstolos de Jesus. Portanto, nossos 66 livros bíblicos são tudo que devia constar na Bíblia, conforme Deus mandou seu Filho anunciar. As lendas de livros perdidos ou de outros evangelhos são sempre ligadas a falsificações ou heresias que se tentou produzir muito mais tarde, depois da morte dos apóstolos.
A Bíblia é o livro mais bem preservado de todos os tempos. Provavelmente, você já ouviu : “A Bíblia foi mudada com o passar dos séculos”: Existe o temor que a mensagem de Deus, entregue no passado aos homens, tenha sido desfigurada e corrompida como tudo o que passa pela mão da humanidade.
É verdade que a Bíblia foi mudada com o passar do tempo? A resposta é um retumbante e seguro “não”.
 A Bíblia é o livro mais bem preservado de todos os livros da antiguidade. Embora sua preservação tenha sido e ainda seja um trabalho humano, não podemos deixar de ver a mão de Deus guiando e cuidando de todo o processo, atuando por sua divina providência, fazendo com que cada geração cristã tenha, em mãos, a autêntica Palavra de Deus.
Quando alguém nos fala da Bíblia como tendo sido alterada, precisamos perguntar  qual mudança o questionador tem em mente. Pouquíssimos tem algo concreto a perguntar.
Quem não a conhece ou só tem conhecimento precário, muitas vezes por meio da imprensa, acaba desconfiando dela ou julgando que está corrompida. Podemos afirmar com segurança que a Bíblia afirma ser um livro inspirado por Deus e que foi bem conservado, desde sua formação até hoje.


Eis aí um pequeno repertório de argumentos em favor da confiabilidade da Bíblia.
Vou postar ainda mais argumentos que corroboram estas afirmações em outro artigo em breve.

Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações