Pular para o conteúdo principal

Resistindo a grupos opressores. Salmos 119.134




Livra-me da opressão do homem; assim guardarei os teus preceitos.” Salmos 119.134


  
O salmista estava desejoso de obedecer ao Senhor, mas para isso precisaria lidar com uma força contrária que  tentava  impedir essa obediência. Essa força era a opressão dos homens.

Obedecer a Deus exige empenho e sacrifício, e isso é inegável. Não se pode dizer que é a coisa mais fácil do mundo viver retamente, pois estamos acostumados ao pecado e ao modo anticristão de enxergar a vida. Há várias forças que nos impelem para o pecado e contra a vontade de Deus, neste texto trataremos de uma destas, a opressão dos homens.

Creio que qualquer um de nós, quando adolescentes,  tivemos alguma dificuldade para sermos aceitos no grupo,  seja para  fazermos parte do grêmio estudantil da escola, estar entre o grupo que se reúne para tomar refrigerante na praça, dar risada, contar histórias. Talvez tenha sentido a algum embaraço para encontrar amigos com os mesmos interesses e socializar; é possível que não tenha conseguido entrosar-se com facilidade no  grupo social. Isso é normal, aprendemos a nos relacionar com o tempo. Essas relações fazem parte da construção da nossa personalidade e são muito importantes, não só na adolescência, mas na vida inteira.

O problema começa quando nosso grupo de relacionamento vive longe padrões divinos,   quando as pessoas que nós gostamos e nos envolvemos não desejam agradar a Deus e vivem suas vidas fora da Palavra. É nesse momento que surge uma força poderosa que nos desafia a  vivermos fora do compromisso com Deus. A essa força chamamos OPRESSÃO DOS HOMENS.

Você já teve que lidar com a pressão de um grupo para ser diferente do que você é? Sofreu pressão para mudar seus pontos de vista?  Já ficou se perguntando como fazer para não ceder num ponto sem parecer chato ou metido, dono da verdade?
Você estava lidando com a opressão das pessoas para fazerem você pecar. Não se iluda, isso é um ardil infernal para afastá-lo de Deus.

A opressão dos homens pode ser através:

- Das opiniões do grupo - Se resume na frase: " Nós todos pensamos assim, porque você não pensa como nós?"

- Dos exemplos do grupo - Se resume na frase: " Nós todos agimos assim, porque você não aje como nós?"

Hoje estamos debaixo de muita opressão social. A sociedade exige que sejamos politicamente corretos e biblicamente incorretos, aceitando como natural o que é pervertido e rejeitando como absurdo o que é justo e sensato.
Feminismo, Marxismo, Desconstrutivismo, Relativismo, Movimento LGBT, entre outros exigem que se assumam suas formas de pensar para sermos aceitos no grande grupo chamado sociedade.
Não pensemos que esta opressão é fruto apenas de nossa época, o salmista já enfrentava oposições na suas opções de vida, desde os tempos antigos. Ele reconhecia a opressão e lidava diariamente com ela. 
Ele sabia desta opressão, mas ele resistia! Ele deseja que Deus o livrasse  para  servir a Deus livremente. Mas será que Deus fará isso?
Vamos dar algumas orientações a respeito.

  
Se submeter ao pensamento mundano é pecado

  
A resposta da pergunta anterior: Será que Deus fará isso? Ele me livrará desta influência?

Sim o fará, mas primeiro você terá que entender que ceder ao pensamento do mundo é pecado, e deverá escolher entre ser aceito pelo grupo ou ser aceito por Deus. Só assim você estará aberto para a transformação mental que o Espírito produz.
Ser cristão é uma decisão complexa, que exige tudo ou nada. Ou nos deixamos levar pela sociedade ou nos deixamos levar por Cristo e sua Palavra, não há meio caminho. Veja o que C. S. Lewis  disse: 

“Se eu fosse te recomendar uma religião para lhe fazer sentir confortável certamente não lhe recomendaria o Cristianismo”.  

Quer ser seguidor de Cristo? Assuma que será difícil. Por mais que seja desagradável encarar deste jeito a situação, o fato é que certas convivências, mais cedo ou mais tarde, o levarão para longe de Deus, seja pelo exemplo ou pelas opiniões. A escolha irredutível por agradar a Deus será um divisor de águas que o afastará destas influências. O preço pode ser  isolamento social ou  perseguição com zombaria. O sofrimento é certo. Muitos o odiarão, e isso será apenas resultado natural da sua fé. É importante estar preparado  para pagar este preço.



Se fôsseis do mundo, ele vos amaria como se pertencêsseis a ele. Entretanto, não sois propriedade do mundo; mas Eu vos escolhi e vos libertei do mundo; 
por essa razão, o mundo vos odeia.
João 15.19

  
  
  
Ser diferente é possível.
  
A escolha por obedecer a Deus é uma escolha diferente, mas possível! Diferente pois vai ser contrário ao pensamento dominante, e pensar de forma diversa da maioria exige confrontamento e resistência aos grupos opressores. Eles irão alvejar o cristão com suas críticas mordazes e farão de tudo para que o mesmo sinta-se compelido a pensar concorde eles.



 Ouçam a palavra do Senhor, vocês que tremem diante da sua palavra: "Seus irmãos que os odeiam e os excluem por causa do meu nome, disseram: ‘Que o Senhor seja glorioso, para que vejamos a alegria de vocês! ’
Mas eles é que passarão vergonha. 
Isaías 66.5

Deus nos chama a sermos diferentes, sermos mentes livres, que não se submetem a pressão da sociedade corrupta e seus ditames pecaminosos. Somos filhos de Deus e não escravos do Diabo e não devemos lhe satisfazer as vontades. 
  

Peçamos graça a Deus para que não aceitemos a opressão dos homens mas possamos obedecer de coração a Cristo.

Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações