Pular para o conteúdo principal

Leitura de conforto .Salmo 119.76

“Sirva, pois, a tua benignidade para me consolar, segundo a palavra que deste ao teu servo.” Salmo 119.76




Para o povo de Israel deveria ser confortador ler as palavras do Senhor, ali havia a promessa de bênção para o povo obediente. Não há nada mais confortador e consolador para um crente do que a leitura da Palavra de Deus. É certo porém que esta mesma palavra não serve de consolo para todos, pois para o ímpio e descrente ela não é nada confortável, só traz amargura para a alma. A mesma Palavra também trazia maldição ao povo desobediente. 
Do mesmo lugar poderia vir bênçãos ou condenação, dependendo do procedimento da nação. Então, de acordo com suas práticas, a leitura poderia ser agradável ou desagradável, confortadora ou desalentadora.
Para uma mente corrupta e que esteja cegada pela incredulidade , a leitura da Bíblia  traz  assombro, espanto e ira. Ali existem palavras duras de condenação para a humanidade impenitente. Assim como a palavra não era boa para os inimigos de Israel, esta palavra não seria boa para os que, dentre o povo do Senhor, fossem rebeldes à sua instrução.

É com certeza por isso que muitos evitam sua leitura, pois sabem que suas vidas contradizem os ensinos divinos. Para estes parece ser mais confortável fugir ás repreensões e aos avisos de que sua conduta lhes trará prejuízo. Parece-lhes que evitar ouvir os avisos de condenação poderá fazer com que a condenação não aconteça, isso não passa, óbvio, de um autoengano. Este autoengano pode se sustentar  durante um certo tempo ou até mesmo pela vida toda. Eles inventam desculpas para  fugir  da realidade, esconder seu medo  na inconsciência.  Isso parece ser seu conforto.
Para o salvo a leitura da Bíblia, as promessas verdadeiras e concretas  é  que trazem conforto e consolo. Por isso ele se satisfaz na leitura e meditação das Escrituras, é uma leitura confortável.

Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações