Pular para o conteúdo principal

Unconditional Election - Eleição Incondicional - TULIP 2

Eleição incondicional, é a segunda grande  doutrina calvinista , ela pode ser deduzida logicamente da primeira que é a Depravação Total.

Ora, se todos os homens são totalmente caídos, totalmente perdidos, não há um homem justo, nem um sequer, e que todos merecem o fogo e a condenação eterna, percebemos que ninguém seria salvo, todos seriam absolutamente condenados. E isso seria muito justo e santo da parte de Deus.
Porém , segundo ensina a Eleição  ao criar o mundo Deus escolheu algumas pessoas para a salvação, de acordo com seus próprios propósitos e sem levar em conta a virtude, mérito, ou fé nessas pessoas.Por isso se chama Incondicional, pois o Senhor não exigiu nenhuma qualificação ou mérito do eleito  para escolhê-lo.
A Eleição é baseada na doutrina da Soberania Absoluta de Deus e está lastreada em diversos textos. Aqui algumas citações bíblicas relevantes.

Ó profundidade da riqueza, da sabedoria e do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Pois, quem conheceu a mente do Senhor? Quem se tornou seu conselheiro? (Rm 11.33,34)

Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo (1Co 2.16). 

A Doutrina da Eleição baseia-se na ideia de predestinação, ou seja, que o destino eterno dos homens depende única e exclusivamente da boa vontade de Deus, do seu beneplácito.
Assim, pois, também no tempo presente restou um remanescente segundo a eleição da graça  (Rm 11.5).

Como também nos elegeu nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; e nos predestinou para si mesmo, segundo a boa determinação de sua vontade, para sermos filhos adotivos por meio de Jesus Cristo  (Ef1.4,5)

Comentários

Total de visualizações