Pular para o conteúdo principal

Salmo 122

Os 15  salmos  que vão do 120 ao 134 são conhecidos como   Salmos de Peregrinação, ou Cânticos de Romagem , ou em algumas Bíblias, Cânticos de Degraus. Os Cânticos de Romagem eram salmos que eram entoados pelos peregrinos ao caminharem para o Templo de Jerusalém, para as festas como páscoa, pentecostes entre outras. Os peregrinos cantavam e caminhavam, louvavam enquanto se dirigiam a santa cidade. De acordo com a Bíblia, o  Templo foi construído no local onde Abraão havia oferecido Isaque como sacrifício.  Era conhecido como Monte Moriá. Os peregrinos ao subir o monte entoavam estes quinze belos salmos.


 Cidade de Jerusalém - época de David- clique para ampliar

 Vamos ao Salmo 122, versículo por versículo na  Versão Almeida Revista e Atualizada

1  Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor.
Não existe nos Sagrados Escritos  homem que manifeste mais alegria em cultuar a Deus do que Davi, os  títulos  identificam-no como autor de 73 salmos, ou seja, quase metade do saltério (150 salmos). A maioria destes salmos compostos por ele é de louvor e adoração a Deus. Ele exulta quando o convidam para subir ao santuário na cidade de Jerusalém.
O local onde se cultuava  era o Tabernáculo construído por Moisés e a Casa do Senhor a que Davi se refere é a própria cidade de Jerusalém. O Templo de Jerusalém ainda não existia  e só começaria a ser construído no tempo do reinado de Salomão.

 2  Os nossos pés estão parados dentro das tuas portas, ó Jerusalém!
Eu posso enxergar o Rei Davi  parando nas portas  da cidade e admirando aquele cantinho do mundo onde  Deus havia escolhido para repousar sua glória, representada pela Arca da Aliança que ficava no Tabernáculo de Moisés. Ali estava o rei Davi prestes a realizar seu culto particular ao Rei dos Reis e Senhor dos Senhores .

 3  Jerusalém, que és edificada como uma cidade compacta,
Jerusalém está edificada como uma cidade bem sólida, bem estabelecida, firme como uma rocha, protegida com muros e torres. Era uma admirável cidade, seria  possível perceber suas fortificações desde as portas de entrada. Davi a havia conquistado dos jebuseus, seus antigos moradores, com bastante dificuldades. Ele fizera desta cidade a capital do Reino e a fortificou com muralhas e torres bem sólidas. Era uma fortaleza.


 4 aonde sobem as tribos, as tribos do Senhor, como testemunho para Israel, a fim de darem graças ao nome do Senhor.
 As tribos de Israel todas juntamente se reúnem para festejar em um só Lugar. Ali é o centro do culto dos Israelitas. O povo de Deus se congrega na Santa cidade . Assim como no famoso salmo 133 onde o escritor exalta a união entre irmãos, aqui no versículo 4 deste salmo percebemos  a valorização da comunhão do culto. Um culto puro e legítimo deve ser realizado em espírito de comunhão, deve ser celebrado em fraternidade e unidade.

 5 Pois ali estão postos os tronos de julgamento, os tronos da casa de Davi.
Lá  as autoridades de Israel estão reunidas para julgar os casos e resolver os problemas do povo, o povo é julgado pelos seus juízes e em casos extremos e difíceis o rei poderá julgar também. Não existia separação entre Judiciário, Executivo e Legislativo como nos dias modernos, nem mesmo poder Moderador. Na Monarquia  dos hebreus o rei escolhia os juízes , que eram submisso a ele próprio.Neste caso o rei era o maior juiz do povo. O rei também  fazia leis, com ajuda de seus conselheiros e anciãos. O povo esperava que o rei fosse inteiramente submisso a Deus para poder julgar com justiça e sabedoria.

 6 Orai pela paz de Jerusalém; prosperem aqueles que te amam.
O bem mais preciso de uma cidade era a paz, haviam problemas terríveis que poderiam  atingir uma cidade, a fome, a doença, a corrupção das autoridades, a desordem, mas a guerra era pior  por que com ela todas estas demais calamidades viriam juntas. A paz era um bem precioso e devia ser buscado. O melhor jeito de pacificar uma cidade é através da oração. O Senhor ama os pacificadores, ama quem procura a paz .
O Senhor também era zeloso para com sua cidade, Jerusalém era preciosa para Ele. Quem pois amava a cidade era também abençoado e e agraciado por Deus. Era a bênção de Abraão:  abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem. Sobre Jerusalém repousa esta promessa.

 7 Haja paz dentro de teus muros, e prosperidade dentro dos teus palácios.
O Salmista também amava a cidade, ele desejava a paz para ela ao mesmo tempo que desejava prosperidade para a cidade. Ora , sabemos que quem prospera não é exatamente uma cidade e sim os seus habitantes, logo o coração do rei ansiava para que os seus súditos fossem prósperos e abençoados. Davi  amava seu povo, sua terra, sua nação, este amor agradava a Deus, quem ama ao povo de Deus ama ao próprio Deus, quem quer o seu bem, quer o bem para o próprio Senhor.

 8 Por causa dos meus irmãos e amigos, direi: Haja paz dentro de ti.
Mais uma vez o salmista demonstra qual a sua preocupação maior. Não são as riquezas dos seus bens , nem o seu gado, suas ovelhas, suas casas, mas sim a felicidade dos seus amigos e irmãos. E quando ele fala irmãos ele inclui todo o povo , pois entre as doze tribos eles se tratavam igualmente como irmãos, filhos do mesmo pai terreno Abraão e do mesmo Pai Celeste o Senhor IAVÉ.

 9 Por causa da casa do Senhor, nosso Deus, buscarei o teu bem.
Este maravilhosa salmo termina com uma nota emocionada do autor comprometendo-se ma buscar o bem desta cidade, da cidade onde habita o nome de Deus. Por causa do Senhor , o rei  não iria poupar esforços para que a cidade e seus habitantes estivessem bem. Lá seria , mais tarde construído o Templo de Jerusalém pelo rei Salomão , filho de Davi. O rei nem cogitava, não tinha  nem  como imaginar, mas lá, muitos e muitos anos depois o próprio Deus pisaria na cidade  na pessoa de Jesus Cristo .





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Pais capadócios

A região da Capadócia (também conhecida como Província da Capadócia) era localizada na área centro-oriental da Anatólia na moderna Turquia. Era um dos domínios romanos da região da Ásia Menor. Os Pais Capadócios foram três notáveis teólogos que viveram nesta região entre os concílios de Niceia (325) e o de Constantinopla (381). Sendo que suas contribuições para o Concilio constantinopolitano foram especialmente  relevantes. São eles  Basílio, Gregório de Nazianzo e Gregório de Nissa  e ficaram  conhecidos como os  Padres Capadócios.
Os três foram grandes amigos do assim chamado “Campeão da Ortodoxia” Atanásio, ou Atanásio de Alexandria , e criaram fórmulas para desenvolver a doutrina da Trindade de forma a ser aceita pela maioria dos teólogos da época. Basílio de Cesaréia e Gregório de Nissa eram irmãos, sendo que Basílio, que era seis anos mais velho, foi quem ensinou os princípios elementares da fé a seu irmão mais novo Gregório. Gregório de Nazianzo foi amigo íntimo dos dois, compartil…

Trindade Imanente e Trindade Econômica

Não se pode estudar Teologia do ponto de vista ortodoxo sem refletir a respeito da doutrina Trindade. A grande maioria das Igrejas cristãs abraça esta doutrina. Ela é básica para o Cristianismo.  A Declaração típica do credo cristão histórico é: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo .
Os judeus do tempo de Jesus davam muita ênfase à unidade de Deus, e esta ênfase foi trazida para dentro da igreja cristã. Não muito tempo depois,  estudiosos da Bíblia notaram que a Unidade ensinada no Judaísmo não era tão evidente assim como se entendia na época. Analisando as afirmações de Cristo e as revelações do apóstolo Paulo chegou-se a conclusão de uma Triunidade, também chamada de  Trindade .
Tertuliano (ca. 160 - ca. 220 d.C.) foi o teólogo responsável pelo desenvolvimento do termo Trindade, ele criou a palavra “Trindade” (no latim, Trinitas), esse termo desde a sua época tornou-se característico da teologia cristã. Muitos teólogos do cristi…

A Importância da Reforma nos nossos dias

A Importância da Reforma nos nossos dias

Olá irmãos em Cristo. Estamos em clima de festa, pois no dia 31 de outubro comemoramos o aniversário da Reforma Protestante. E a convite do meu amigo Vitor, estou aqui para fazer um breve texto sobre a importância da Reforma nos nossos dias atuais.
Pouco se ouve falar da Reforma nos nossos dias atuais. A mídia tenta encobrir essa data com o Halloween, e as escolas quando falam sobre o assunto, na maioria dos casos, coloca os reformadores como os “vilões” da história.
A Reforma começou na Alemanha, no ano de 1517, quando o então cardeal da Igreja Católica Martinho Lutero se opôs a algumas regras e normas impostas pela Igreja Católica, como as indulgências, proibição de qualquer pessoa ler a Bíblia, o uso de imagens de santos nos cultos etc. E então, no dia 31 de outubro de 1517, Lutero coloca na parede da Catedral de Wittenberg as suas 95 Teses. E nessas teses, Lutero coloca suas oposições à grande parte daquilo que o catolicismo pregava, propagand…