Pular para o conteúdo principal

Não desanime, há olhos te vendo.2 Crônicas 15.7

Mas esforçai-vos, e não desfaleçam as vossas mãos; porque a vossa obra tem uma recompensa.  2 Crônicas 15.7



Algumas vezes nos sentimos desanimados com o que estamos a produzir para Cristo. Vem-nos a mente que nosso esforço, nossa dedicação, passa despercebido dos irmãos e companheiros. Não somos reconhecidos, não  recebemos a tão bem vinda gratidão que nos motivaria a prosseguir neste serviço.
A ingratidão nos tira a vontade de continuar, pensamentos desanimadores nos vem a cabeça  e pensamos em parar de servir. Quando esse sentimento  de desânimo nos submete, sentimos a  vida terrivelmente pesada, insuportável. Nossa vida espiritual declina e nem de orar temos mais vontade .  Coisas que tínhamos enorme alegria em realizar para Deus agora já se nos apresentam como custosas, enfadonhas.  Sintomas  de que algo anda mal em nosso coração.
Não há justificativas aceitáveis para desistir, não há motivos legítimos para dizer: "já que não sou, nem valorizado e nem reconhecido, vou parar de servir."
Neste momento é que surge a necessidade de sermos mais fiéis e mais dedicados, pois quando menos de recompensas estamos recebendo aqui na terra pelo nosso serviço cristão, mais estamos acumulando  para recebermos diretamente das mãos de Jesus .
Precisamos crer que Deus  está vendo nosso labor e  não fechará os olhos para nossas obras aqui. Não podemos enxergar o serviço cristão como um fardo pesado e inútil.
É fácil desanimar quando não  enxergamos a tão necessária gratidão da parte daqueles que estamos servindo. Quando você doa uma cesta básica para uma família carente e não ouve um "obrigado", quando varre a frente da igreja e o líder nem percebe, quando se esforça para trazer uma boa mensagem à Congregação, quando ensaia e canta com muita devoção, quando cuida do departamento infantil, quando faz uma visita a  um irmão doente. Quando fizemos alguma destas coisas e não somos nem reconhecidos e nem recebemos o mínimo de gratidão é fácil ficarmos desapontados e desestimulados. É bom lembrar, Jesus curou 10 leprosos e apenas um voltou para agradecer  (Lucas 17.13,14),  hoje a proporção dos agradecidos pode ser parecida, estejamos preparados.  Mas não devem ser os elogios humanos, nem a gratidão dos mesmos que devem nos motivar a continuar, mas sim a certeza de estar fazendo um bom trabalho e para a glória de Deus.
Que bom seria que mais pessoas, cheias do Espírito Santo,  exortassem e animassem ao povo que está desanimado  e cansado do serviço cristão.  Pessoas que nos animassem a continuar, pessoas que fossem gratas, amigas e sinceras.  Se sua comunidade tem falta deste tipo de pessoa você pode  prontificar-se e ser uma .
Ministério não é reconhecimento, biblicamente ministrar significa servir.  Nem sempre quem serve é visto e admirado, mas Deus promete que quem serve sempre será recompensado.
Por isso não desanime, os olhos de Deus estão te vendo.




Comentários

  1. Muito edificante a leitura desse artigo! Faz-nos refletir! Parabéns irmão! Deus abençoe sempre!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações