Pular para o conteúdo principal

Odre na fumaça. Salmo 119.83

Pois estou como odre na fumaça; contudo não me esqueço dos teus estatutos. Salmo 119.83



  

  
No Oriente o odre era  utilizado pelos camponeses no transporte de líquidos, como azeite, vinho, leite e água.

O odre  é  feito de couro das ovelhas, cabras ou  outro  gado miúdo,  que é tirado do animal , depois  é costurado deixando-se  apenas o orifício para depositar o líquido.

Após o corte e costura , os odres eram  colocados na fumaça de fogueiras para serem depurados;  O fogo , o calor e a fumaça iam endurecendo e "curtindo " o couro até fazê-lo perfeitamente impermeável , resistente ao clima e isento de bactérias e fungos que, sem o tratamento da fumaça,  poderiam estragar e tornar intragável o líquido depositado no odre. Até mesmo o couro do odre sem esta devida preparação se torna deteriorado e desgastado, tornando-o impróprio para o uso.  O curtimento na fumaça  serve basicamente para esticar a pele e estabilizar o material resultante, para que ele não endureça demais nem apodreça. O processo de fazer isso primeiro envolve preparar a pele, raspando-a para retirar qualquer carne, gordura ou pelo.  

O salmista  estava passando por uma situação muito dura e complicada. Era uma aflição permanente e lenta, como se estivesse , como diríamos hoje, cozido em fogo brando, a expressão utilizada é odre na fumaça. 

Sentia o “vapor do fumo”, em seu corpo, em sua alma. Encolhia-se de aflição por causa da perseguição dos muitos inimigos.  

O cristão passa em determinados momentos de sua vida por aflições contínuas e duradouras, lutas que são quase "permanentes" em sua vida.

Um vício que custa a abandonar, uma doença que tarda em ter tratamento, um problema persistente  no casamento, uma dificuldade de relacionamento com filhos ou amigos.  Por mais duro que seja a prova , por mais aflitiva que seja a fumaça que aquece e endurece o odre , sempre há uma finalidade maior em todo processo.

Um odre que se rompe com facilidade não tem serventia para nada. Se ele  se rompe no meio do deserto isso  poderia  significar a morte pela sede. Como ele poderia transportar o precioso líquido da água em meio a sequidão e aridez do deserto? 

O odre que  fica duro, resistente, impermeável  não apodrece e não rasga fácil. Da mesma forma, o crente curtido pelas lutas contínuas se torna maduro, forte, resistente a dores menores e cada vez mais dependente de Deus.

O que Deus quer ensinar a você através desta aflição contínua? O que ele quer que você aprenda nesta fumaça quente e exasperante?

Seja um bom odre e resista ao processo, ao final dele você estará apto a carregar a boa água de Cristo em seu interior e matar a sede de muitas pessoas que estão sedentas de Cristo.

Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações