Pular para o conteúdo principal

Atletas de alto rendimento na fé .- Salmo 119.32

Correrei pelo caminho dos teus mandamentos, quando dilatares o meu coração. Salmo 119.32





Usain Bolt é um velocista jamaicano, multicampeão olímpico e mundial, recordista mundial dos 100 e 200 metros rasos, o homem mais rápido do mundo, uma flecha, um raio.

Michael   Phelps, nadador americano, considerado um dos maiores atletas de todos os tempos,  quebrou trinta e sete recordes mundiais e conquistou o maior número de medalhas de ouro   olímpicas em uma única edição.  É o  atleta mais medalhado da história dos Jogos Olímpico. Fenômeno. Gigante das piscinas!

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, é   considerado o maior futebolista da história. Venceu sua primeira Copa do Mundo de futebol aos 17.   É o maior artilheiro da história da seleção brasileira e o único futebolista a ter feito parte de três equipes campeãs de Copa do Mundo. Foi também o  único futebolista do mundo a ter três medalhas de Copa do Mundo.  Um Prodígio. Foi um gênio.

Esta é uma pequena lista com 3 dos maiores atletas da história do esporte. Acredito que outros caberiam na lista, mas esta quantidade de exemplos é suficiente para o que desejo demonstrar.
Há algumas características comuns e de extrema importância para estes atletas de alto rendimento, sua performance esta ligada a velocidade excepcional,  técnica ,  força, a capacidade de resistência, estes são os grandes diferenciais  que os colocaram acima da média.
Para correr bem é preciso ter músculos fortes, robustos, um pulmão potente capaz de proporcionar bastante oxigenação para o corpo. Uma estrutura corporal avantajada , reforçada é  indispensável para um bom atleta.
Há algumas características comuns e de extrema importância nos atletas da vida cristã. Velocidade, força, técnica, resistência.
Nos atletas da fé  , em que precisamos correr o caminho dos divinos mandamentos é preciso haver um coração grande. Esta é a estrutura necessária para fazer um vencedor. Atletas como apóstolo Paulo, João Batista , apóstolo Pedro, eram campeões , atletas de alto rendimento na fé, homens de coração grande, dilatado.
Ninguém sabe o dia e a hora de sua partida , em que deixará esta terra terminando sua participação na Olimpíada da Vida. Cristo como nosso treinador nos aguarda na chegada com a medalha em mãos para colocar em nosso peito. Nossa medalha é certa, somos campeões pelos méritos de Jesus, mas precisamos terminar  a corrida. Só com estrutura de campeão poderemos terminar nossa participação com êxito. Não há lugar para perdedores no pódio de Cristo . Campeões tem um coração grande.
Quando falamos em coração falamos na sede das emoções, dos sentimentos. Um coração grande significa um coração amoroso, que é poderoso em amar a Deus e ao próximo. Pessoas de coração grande são altruístas, são piedosas, amáveis e prestativas.
Só Deus pode nos dar um coração grande, só Cristo pode fortalecer nossa "musculatura espiritual". Só Ele pode dilatar nosso coração!
Por isso o salmista orava ao Senhor, para que pudesse ser excelente atleta e correr com firmeza e dedicação o caminho da justiça que os mandamentos do nosso Deus exigem.
Peçamos a Deus um coração grande para correr bem esta corrida da fé. Seremos então atletas de alto rendimento para glória de Deus.
Coração Dilatado, alto rendimento na fé











Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Pais capadócios

A região da Capadócia (também conhecida como Província da Capadócia) era localizada na área centro-oriental da Anatólia na moderna Turquia. Era um dos domínios romanos da região da Ásia Menor. Os Pais Capadócios foram três notáveis teólogos que viveram nesta região entre os concílios de Niceia (325) e o de Constantinopla (381). Sendo que suas contribuições para o Concilio constantinopolitano foram especialmente  relevantes. São eles  Basílio, Gregório de Nazianzo e Gregório de Nissa  e ficaram  conhecidos como os  Padres Capadócios.
Os três foram grandes amigos do assim chamado “Campeão da Ortodoxia” Atanásio, ou Atanásio de Alexandria , e criaram fórmulas para desenvolver a doutrina da Trindade de forma a ser aceita pela maioria dos teólogos da época. Basílio de Cesaréia e Gregório de Nissa eram irmãos, sendo que Basílio, que era seis anos mais velho, foi quem ensinou os princípios elementares da fé a seu irmão mais novo Gregório. Gregório de Nazianzo foi amigo íntimo dos dois, compartil…

“Eu te conheci no deserto, em terra muito seca.” (Oseias 13.5.)

O povo de Israel estava sofrendo sobremaneira na terra do Egito e isto já durava 400 anos. Deus  então ouviu o clamor de Israel quando o povo estava na escravidão . Moisés foi usado para libertar o povo. Israel então saiu, livre, para o deserto. Foi ao sair do Egito que eles viram o poder de Deus manifestado. Jamais um povo viu tantas manifestações grandiosas do poder do Altíssimo como Israel na Terra de Faraó. Por dez vezes o povo que os escravizara fora castigado por Deus  de maneira sobrenatural, e Israel viu tudo isso e ficou ileso. Castigos como água transformada em sangue,  plantações destruídas, primogênitos mortos. Mas Israel esteve protegido e não sofreu estas assolações. Mas não foi lá que eles  aprenderam quem era Deus. Foi  na terra seca e inabitável do deserto do Neguev, onde não havia água nem comida e o sol era ardente, que a nação escolhida conheceu ao Senhor. Hoje também, Jesus nos resgatou da maldição do pecado e nos colocou no caminho da vida eterna. Estamos livres e se…

Filipe o Evangelista - Vivendo na Dinâmica do Espírito

Filipe Diácono e Evangelista Filipe foi um evangelista, foi  um dos primeiros seguidores de Jesus e  um dos Setenta Discípulos (Lucas 10) . Junto com Estêvão, era um dos sete “homens acreditados, cheios de espírito e de sabedoria” , escolhidos para a distribuição de alimentos entre as viúvas cristãs em Jerusalém (Atos 6:1-6).  Filipe foi a Samaria; proclamou ali o evangelho, realizou milagres,  e como resultado muitos aceitaram a mensagem e foram batizados ( veja Atos 8.4-13). Logo depois batizou um eunuco da Etiópia e foi "arrebatado" até Asdode, de onde seguiu pregando até Cesareia. Anos mais tarde, morou em Cesareia, onde pregava com suas quatro filhas. Por volta do ano 56d.C. foi visitado por Paulo e Lucas que ficaram por um tempo em sua casa.  A tradição diz que ele residiu em Trales se tornando bispo da Igreja local.  Vamos a o relato mais significativo da vida de Filipe. A história de Filipe e o Etíope.

Atos 8.26-40
26 -  Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Lev…