Pular para o conteúdo principal

Homem - corpo , alma e espírito

A Criação toda reflete a glória de Deus, desde o mais simples grão de areia até o maior monte da terra, o monte Everest. Desde o mais singelo capim que nasce no solo até o mais complexo de todos os animais, o  homem.
De toda esta diversidade a glória de Deus mais intensamente se manifesta na criação do homem. Ele foi criado a Imagem e semelhança de Deus, a  Imago Dei,,Imagem de Deus. Se quiser saber um pouco sobre Imago Dei clique aqui.


Neste post trataremos sobre a constituição do homem por completo, parte material e imaterial.

Versículos chave

Criação do Homem 

(Gn 5.1b-2)
No dia em que Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez; 2 homem e mulher os criou, e os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adão, no dia em que foram criados.

(Gn 1.26 a,27)
 Também disse Deus: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança;...” 27 Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.


O homem foi criado para  ser imortal , seu corpo era perfeito, indestrutível , moral e intelectualmente perfeito.Ele jamais veria a doença, a velhice e a decadência intelectual se não houvesse  pecado.
O Pecado , que é estudado  em uma  área da teologia chamada hamartiologia, foi o maior desastre  que o mundo conheceu. O ser humano, no uso de seu livre-arbítrio resolve desobedecer a Deus e com isso decai de seu estado perfeito e imortal, tornando-se agora mortal , doente, imoral e perverso.

Gênesis 3.18,19
A terra produzirá espinhos e ervas daninhas, e tu terás de comer das plantas do campo. 19 Com o suor do teu rosto comerás o teu pão, até que voltes ao solo, pois da terra foste formado; porque tu és pó e ao pó da terra retornarás!”


 Não somente o homem foi afetado pelo pecado mas também toda a natureza:

Romanos 8.21,22
 21 na esperança de que também a própria natureza criada será libertada do cativeiro da degeneração em que se encontra, recebendo a gloriosa liberdade outorgada aos filhos de Deus. 22 Sabemos que até hoje toda a criação geme e padece, como em dores de parto.



  
Aspectos da Natureza Humana

O ser humano é formado por uma parte material e uma parte espiritual. Há estudiosos que percebem uma divisão do homem em duas partes e por isso chamam esta posição de Dicotomia. Há também os que percebem uma divisão em 3 partes, sendo a parte imaterial o corpo e a imaterial dividida por sua vez em 2, alma e espírito, esta posição é chamada de Tricotomia. Por fim também existe alguns que não percebem nenhuma divisão, material e imaterial está indivisivelmente ligados, esta posição é chamada monismo. Há variações destas posições, por exemplo o dualismo que deriva da dicotomia, a definição tripartida que deriva da posição tricotômica.


  • Tricotomia: três princípios distintos, mas não opostos entre si, e, sim,  complementares;um dos três é material, o corpo, os outros dois imateriais : alma e espírito.
  • Dualismo: dois princípios opostos entre si por sua própria natureza ou no plano ontológico;
  • Dicotomia: dois princípios distintos, mas não opostos entre si, e, sim,  complementares;
  • Monismo:  uma só realidade com facetas diversas.



O autor do blog aceita como mais coerente biblicamente uma   variante da tricotomia, a definição tripartite, baseada em  textos da Bíblia,   mais especificamente em  1 Ts 5.23;  e Hb 4.12.  Analisaremos brevemente esta variante. Primeiro vamos aos textos:


1 Ts 5.23;
23 E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.


Hb 4.12
12 Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.


As divisões clássicas são:
 Corpo = σωμα sōma
Alma = ψυχη psychē
Espírito = πνευμα pneuma

O ser humano é uno,  corpo material e alma espiritual se complementam se unem mas não se misturam. Somente com o corpo a alma pode desenvolver suas potencialidades. Com isto,  rejeitamos as teorias do dualismo e do monismo. A primeira dita que os dois princípios -alma e corpo- são opostos entre si por sua própria natureza e a segunda defende uma só realidade com várias facetas.
O monismo é  a ideia de que o homem não pode existir separado do corpo, e que a alma não pode jamais separar-se do corpo. O homem é composto de um único elemento, e que seu corpo é a própria pessoa.  Para o monismo, “alma” e “espírito” é outro modo de falar da própria pessoa. Bíblia  desfaz não concorda com esta tese e afirma claramente que a alma ou espírito sobrevive à morte do corpo (Gn 35.18; Sl 31.5; Lc 23.43, 46; At 7.59; Fp 1.23-24; 2 Co 5.8; Hb 12.23; Ap 6.9; 20.4).

O dualismo é uma doutrina  que ensina que o corpo é mau e alma é boa, os dois estão unidos forçadamente, não há pois uma combinação harmônica. Esta doutrina desqualifica do corpo como templo do Espírito Santo e a doutrina da ressurreição , duas doutrinas  centrais e amplamente ensinadas nas Escrituras.



Sobre a tricotomia
Alguns estudiosos como Herman Bavinck  acusam  a  tricotomia de ser originada na filosofia grega, particularmente na concepção de Platão, que possuía também um entendimento tríplice da natureza humana.
Há alguns pontos a considerar a este respeito:
Primeiro, acredito não ser motivo para excluir uma tese por que ela aparece de forma parecida em outras culturas não cristãs, especialmente na filosofia grega. Na filosofia podemos encontrar   alguma luz de Deus, a conhecida como graça comum, sobre alguns filósofos e estudiosos da antiguidade sobre fatos relevantes de história, ciência, astronomia e por que não também antropologia. Sabemos que o grande Teólogo Agostinho de Hipona bebeu de várias fontes filosóficas da época para compor seus tratados teológicos. Se esta tese está em consonância com as Escrituras Canônicas, este não seria um motivo para descartá-la.
Segundo, não vejo os autores bíblicos, especialmente no AT, muito preocupados em definir o ser humano como dual ou trino. Isso é uma preocupação nossa, e podemos perceber um pouco mais de luz neste sentido nos autores neotestamentários. 
Terceiro, a palavra tricotomia  em si mesma sugere que o homem pode ser separado em três “partes”: ela vem de tricha, “tríplice” e temnein, “cortar, do grego. Alguns tricotomistas, incluindo Irineu, até sugeriram que certas pessoas tinham os seus espíritos cortados, enquanto que outras não. Realmente, a palavra tricotomia não expressa corretamente o ser humano, por isso recorri a um neologismo para expressar minha posição.

Farei    dentro de brevíssimas considerações sobre a  definição tripartite:
A ênfase bíblica está na unidade global do homem como criatura de Deus (Gn 2.7; 1 Co 15.51-54), não existe separação radical entre as  partes do homem, na verdade, olhando naturalmente , nem mesmo percebemos esta divisão ( a não ser na morte). Somo um todo completo e indivisível (falando como homem). A visão de três partes é uma visão que só Deus pode fazer, Ele pode separar o que está  praticamente inseparável , corpo e alma, alma e espírito. A divisão da alma e do espírito não é muito relevante teologicamente visto que se eu sinto com a alma eu sinto com o espírito , se o espírito serve a Deus a alma serve junto. Esta diferença muito tênue só é mencionada como de relance na Bíblia, dado que nos deixa alertas que nosso dever não é estudar e tentar forçar o texto a nos revelar aspectos , diferenças e complementariedades de cada um, mas apenas saber que ela existe nada mais. 
Sendo assim, o que há é uma unidade tripla, por assim dizer. Um só ser que se compoe de três partes distintas mas unidas que ninguém pode dizer onde está , de que se constitui e de que forma se relacionam.
Eu somente produzi minhas conjecturas, longe estou de exaurir este tema, ele é complexo e intricando, como tudo que vem de Deus diretamente ( como o homem) .
Admitamos a "apofaticidade" da essência do homem.



Transmissão da Parte Imaterial

Se a questão da essência e da constituição do homem nos parece difícil de entender, o que dizer então da transmissão da essência imaterial de pais  para filhos?

Sobre como a alma humana é transmitida também existe uma certa variedade de posições teológicas, todas elas tem seus pontos fracos e pontos fortes. Vamos citar as 3 principais, mas existem outras , inclusive derivadas  destas:

 Preexistência
 Criacionismo
 Traducianismo

Preexistência
Todas as almas criadas por Deus no princípio e destinadas no tempo que aprouver a Deus para cada corpo.
Apoio: Gn 2.1-3,7


Criacionismo das Almas
Deus cria as almas na concepção/nascimento,  o pecado transmitido pelo contato com o corpo.
Apoio em Nm 16.22; Is 42.5; Zc 12.1; Hb 12.9


Traducianismo das Almas
Alma gerada com o corpo, herdados dos pais, geração humana da alma.
Homem = união de corpo e alma
Apoio em Hb 7.10; Gn 2.1-3,7; 5.3


O tema é ainda mais complicado que o primeiro, dada a escassez de referências bíblicas para nos suprir nesta área. Admitamos novamente "apofaticidade" da essência do homem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Pais capadócios

A região da Capadócia (também conhecida como Província da Capadócia) era localizada na área centro-oriental da Anatólia na moderna Turquia. Era um dos domínios romanos da região da Ásia Menor. Os Pais Capadócios foram três notáveis teólogos que viveram nesta região entre os concílios de Niceia (325) e o de Constantinopla (381). Sendo que suas contribuições para o Concilio constantinopolitano foram especialmente  relevantes. São eles  Basílio, Gregório de Nazianzo e Gregório de Nissa  e ficaram  conhecidos como os  Padres Capadócios.
Os três foram grandes amigos do assim chamado “Campeão da Ortodoxia” Atanásio, ou Atanásio de Alexandria , e criaram fórmulas para desenvolver a doutrina da Trindade de forma a ser aceita pela maioria dos teólogos da época. Basílio de Cesaréia e Gregório de Nissa eram irmãos, sendo que Basílio, que era seis anos mais velho, foi quem ensinou os princípios elementares da fé a seu irmão mais novo Gregório. Gregório de Nazianzo foi amigo íntimo dos dois, compartil…

“Eu te conheci no deserto, em terra muito seca.” (Oseias 13.5.)

O povo de Israel estava sofrendo sobremaneira na terra do Egito e isto já durava 400 anos. Deus  então ouviu o clamor de Israel quando o povo estava na escravidão . Moisés foi usado para libertar o povo. Israel então saiu, livre, para o deserto. Foi ao sair do Egito que eles viram o poder de Deus manifestado. Jamais um povo viu tantas manifestações grandiosas do poder do Altíssimo como Israel na Terra de Faraó. Por dez vezes o povo que os escravizara fora castigado por Deus  de maneira sobrenatural, e Israel viu tudo isso e ficou ileso. Castigos como água transformada em sangue,  plantações destruídas, primogênitos mortos. Mas Israel esteve protegido e não sofreu estas assolações. Mas não foi lá que eles  aprenderam quem era Deus. Foi  na terra seca e inabitável do deserto do Neguev, onde não havia água nem comida e o sol era ardente, que a nação escolhida conheceu ao Senhor. Hoje também, Jesus nos resgatou da maldição do pecado e nos colocou no caminho da vida eterna. Estamos livres e se…

Filipe o Evangelista - Vivendo na Dinâmica do Espírito

Filipe Diácono e Evangelista Filipe foi um evangelista, foi  um dos primeiros seguidores de Jesus e  um dos Setenta Discípulos (Lucas 10) . Junto com Estêvão, era um dos sete “homens acreditados, cheios de espírito e de sabedoria” , escolhidos para a distribuição de alimentos entre as viúvas cristãs em Jerusalém (Atos 6:1-6).  Filipe foi a Samaria; proclamou ali o evangelho, realizou milagres,  e como resultado muitos aceitaram a mensagem e foram batizados ( veja Atos 8.4-13). Logo depois batizou um eunuco da Etiópia e foi "arrebatado" até Asdode, de onde seguiu pregando até Cesareia. Anos mais tarde, morou em Cesareia, onde pregava com suas quatro filhas. Por volta do ano 56d.C. foi visitado por Paulo e Lucas que ficaram por um tempo em sua casa.  A tradição diz que ele residiu em Trales se tornando bispo da Igreja local.  Vamos a o relato mais significativo da vida de Filipe. A história de Filipe e o Etíope.

Atos 8.26-40
26 -  Mas um anjo do Senhor falou a Filipe, dizendo: Lev…