Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 22, 2013

Irineu contra os hereges

Irineu (130-200 d.C), um dos Pais da Igreja, foi bispo de Lyon, hoje França, e polemista antignóstico. Como assim "polemista"? Hoje, a ideia de apologética está vinculada não só à defesa racional da fé cristã diante dos ataques seculares, mas também ao combate às heresias internas dentro do Cristianismo, porém, naquela época, não era assim. Originalmente, os apologistas, que destacaram-se bastante no segundo século, eram assim chamados porque apresentavam e defendiam racionalmente o Cristianismo diante das autoridades seculares. Já os polemistas empenhavam-se em responder aos falsos ensinos dos grupos heréticos que tentavam dividir as igrejas cristãs. Enquanto a maioria dos apologistas era do Oriente, os grandes polemistas procediam do Ocidente. Irineu foi um dos mais destacados dentre eles, e um dos primeiros.
Nascido em 130 d.C., na cidade de Esmirna, na Ásia Menor, na região onde hoje está a Turquia, Irineu era de uma família grega cristã. Ele foi influenciado pela pregaçã…

Pais da Igreja

O TERMO PAI O termo “Pai” era atribuído pelos fiéis aos mestres e bispos da Igreja Primitiva. Isso  devido à reverência e amor que muitos cristãos tinham pelos seus líderes religiosos dos primeiros séculos. Eram também assim chamados  por seu  amor e zelo que tinham pela igreja. Mais tarde, o termo é atribuído particularmente aos bispos do concílio de Nicéia, e posteriormente Gregório VII reivindicou com exclusividade o termo “papa”, ou seja, "pai dos pais”. Com a morte do último apóstolo, João em Éfeso, termina a era apostólica, porém Deus já havia capacitado homens para cuidar de sua Igreja, e começou uma nova era para o cristianismo. Assim, a obra que os apóstolos receberam do Senhor Jesus e a desenvolveram tão arduamente acha-se agora nas mãos de novos líderes que tinham a incumbência de desenvolver a vida litúrgica da Igreja como fizeram os apóstolos.
Para três indivíduos – Clemente de Roma, Inácio e Policarpo – esta titulação é regularmente aplicada. Principalmente Policarpo, …

Os quarenta mártires de Sebaste

O martírio dos quarenta legionários ocorreu no ano 320, em Sebaste, na Armênia. Nessa época foi publicada na cidade uma ordem do governador Licínio, grande inimigo dos cristãos, afirmando que todos aqueles que não oferecessem sacrifícios aos deuses pagãos seriam punidos com a morte. Contudo se apresentou diante da autoridade uma legião inteira de soldados, afirmando serem cristãos e recusando-se a queimar incenso ou sacrificar animais. Para testar até onde ia a coragem dos soldados, o prefeito local mandou que fossem presos e flagelados com correntes e ferros pontudos.

De nada adiantou o castigo, pois os quarenta se mantiveram firmes em sua fé. O comandante os procurou então, dizendo que não queria perder seus mais valorosos soldados, pedindo que renegassem sua fé. Também de nada adiantou e os legionários foram condenados a uma morte lenta e extremamente dolorosa. Foram colocados, nus, num tanque de gelo, sob a guarda de uma sentinela. A região atravessava temperaturas muito baixas, de…

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações