Pular para o conteúdo principal

Lex orandi, lex credendi



Lex orandi, lex credendi ( Lei da oração é a Lei da Fé) , ou na forma completa: Lex orandi, lex credendi Lex orandi statuat legem credendi. Traduzindo: A norma da oração estabeleça a norma da fé. A Igreja crê o que ela ora. Por outro lado, a Igreja celebra ou cultua o que ela crê. A Liturgia é definida  como sendo o “culto da fé cristã”.

Lex orandi, lex credendi   refere-se à relação entre culto e crença, ou seja esta expressão significa que a doutrina da Igreja está baseada sobre um princípio espiritual, oração e liturgia.
Sempre antes da doutrina vem a oração. Isto é uma regra da Igreja primitiva. A importância de se colocar a ordem correta é essencial. Não se pode buscar regras de fé sem conhecer o valor da oração.

O cânon, a doutrina e o credo vieram depois  de a Igreja já estar em pleno funcionamento. Os apóstolos já se reuniam para orar e cultuar a Deus antes de organizar os alicerces doutrinários que, mais tarde, orientariam a vida e a comunhão dos salvos.
Por outro lado não se pode menosprezar o poder e a importância da doutrina.Sem a doutrina a oração também não funciona. Que nos adiantaria orar para um Deus desconhecido ( pois Deus se revela na Bíblia que é nossa fonte de doutrina).Por isso oração e doutrina andam juntas e são inseparáveis.

Lex orandi deve ser nossa forma de interagir com o mundo, Lex credendi deve ser nossa forma de compreender o mundo.

Muitos argumentam: porque a letra mata mas o espírito vivifica 
(2 Cor 3:6). Com isso querem afirmar que nossa vida devocional 
(oração e culto) é mais importante do que aquilo que cremos através da doutrina. Dizem ainda que o que importa é o coração e o sentimento.
Puro engano. No seu contexto, 2 Cor 3:6 Paulo contrasta o  sistema do Antigo Testamento e a suficiência de Cristo para nos salvar do pecado. A "letra" representa o "ministério da morte, gravado com letras em pedras" que foi dado aos israelitas através de Moisés. O “Espírito” representa a nova aliança de Cristo, revelada através do Espírito Santo e escrita em nossos corações .
Corá, Datã e Abirão pareciam corretos nas suas intenções, afinal eles queriam apenas servir a Deus.Mas eles não conheciam a verdadeira adoração a Deus e negligenciaram  o conhecimento que Moiséis os havia passado através da Lei, por isso desafiaram a autoridade de MOisés e foram destruídos por Deus.(Núm. 16:1)
Devemos buscar a correta compreensão da revelação de Deus expressa na Bíblia Sagrada.Sem ela ficamos desorientados e perdidos. Lex credendi, a Lei da doutrina para orientar o nosso viver espiritual, social e moral. 

Outros  argumentam que o estudo sistemático das doutrinas da Bíblia , aliado ao acúmulo de leituras e conhecimentos é suficiente para uma vida dentro da vontade de DEus.
Outro engano. O Rei Salomão já alertara que o muito estudar era enfado e canseira (Ecl. 12:12), ou seja, sem oração, não pode haver conhecimento de nossa própria fraqueza. Só de Deus, por meio da oração, vem nossa força. A oração coloca dentro de nós a certeza consoladora de que Alguém nos ama desinteressadamente. Alguém que nos ama, ainda que não sejamos dignos desse amor. A oração alimenta nossa estrutura espiritual
Precisamos da Lex orandi em nosso ser.Precisamos da Lei da Oração sendo cumprida em nossa vida.


LEX ORANDI LEX CREDENDI que este seja o lema de todo cristão autêntico!




Comentários

Blog do Vitor pelo mundo- agora

Total de visualizações