Pular para o conteúdo principal

Respostas a perguntas difíceis 6


Respostas a perguntas difíceis 6

Cristo realmente suportou os pecados daqueles que já estavam ou agora estão ou irão estar no inferno quando Ele morreu por eles? O resultado disto é o mesmo do crente, isto é, o esquecimento de Deus dos seus pecados (Hebreus 10:17)? Se sim, por que eles estão sendo relembrados agora? Se não, até que ponto é a diferença que você está introduzindo?
Resposta:
A resposta desta pergunta precisa levar em consideração um fato.Cristo na Cruz abriu uma porta que ninguém poderia abrir.Ele deixou esta porta aberta, mas só entra quem acredita que esta porta é verdadeira.Ou seja o pecado de qualquer pecador só é considerado apagado quando ele apela para o sacrifício de Jesus no madeiro.Antes disto o pecador ainda poderá morrer em seus pecados. A porta esta aberta mas é preciso PASSAR por ela.O perdão está a disposição, mas precisa ser requisitado.
A partir desta colocação também podemos perceber que os pecados expiados são , obviamente esquecidos.
É importante ressaltar que o ato  de "passar" pela porta inclui 3 coisas:arrependimento ,confissão e conversão,  e  tudo isso é obra do Espírito Santo na vida do salvo.

“E agora vou para aquele que me enviou; e nenhum de vós me pergunta: para onde vais? Antes, porque isto vos tenho dito, o vosso coração se encheu de tristeza. Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, enviar-vo-lo-ei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; da justiça, porque eu vou para meu Pai, e não me vereis mais; e do juízo, porque já o príncipe desse mundo está julgado.”  João 16:5-11Afirmamos pois, que Cristo suportou todo peso do pecado na cruz e propiciou perdão pleno ao que se arrepende, confessa e se converte a Ele como seu Salvador.Os que já morreram na escravidão do erro não terão direito a este resgate, bem como os que morrem sem crer em Cristo.

Comentários

Total de visualizações